Novas receitas

Nova tecnologia de freezer detecta expiração de alimentos

Nova tecnologia de freezer detecta expiração de alimentos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A IBM criou um freezer que pode detectar alimentos vencidos para que as cadeias de abastecimento de alimentos possam prevenir a contaminação

Como nossos principais fornecedores de nutrição, as cadeias de abastecimento de alimentos têm a responsabilidade de garantir que os alimentos que compramos sejam frescos e saudáveis, não danificados ou estragados. Por isso, a International Business Machines (IBM) criou um freezer que detecta quando os alimentos estão chegando ao fim do prazo de validade, de acordo com a Forbes.

O freezer usa Identificação por Radiofrequência (RFID), que fornece regulação contínua da temperatura de alimentos perecíveis. Ele também pode alertar a equipe quando um determinado item está baixo e precisa ser reabastecido.

Em 2011, o presidente Obama assinou a Lei de Modernização da Segurança Alimentar (FSMA), que exige que os reguladores de alimentos sejam responsáveis ​​pela prevenção da contaminação, em vez de apenas responder após o fato.

Portanto, novas tecnologias como este freezer estão sendo criadas para ajudar as cadeias de abastecimento de alimentos a prevenir a contaminação antes que ela aconteça.


Nova tecnologia de freezer detecta expiração de alimentos - receitas

Entrei em contato com a Hormel e perguntei sobre os limites de vida de prateleira de seus produtos de carne. Fiquei grato ao saber que TODOS os produtos, incluindo chili e ensopado de carne Dinty Moore, têm vida útil ilimitada, desde que o oxigênio não entre em contato com o conteúdo.

Também conversei com a Star Kist sobre a vida útil de seu atum e me disseram que a vida útil é de 4 a 6 anos.

Alguém pode confirmar essas respostas? Hormel está dizendo que seus produtos nunca vão estragar, ou que sempre que isso acontecer. o oxigênio infiltrou-se? Comentários?

Respostas

As respostas que você obteve podem ser verdadeiras. No entanto, quando olhei para as datas das latas, elas geralmente expiram dentro de 2 a 4 anos. Notei que as sopas Campbell nas lojas agora expiram por volta de 10/2000. Claro, a data de validade na lata pode não significar que o conteúdo não será bom depois disso.

Há uma pequena diferença entre 'ficar mal' (ou seja, estragado, impróprio para comer) e 'valor nutricional'. Produtos enlatados em armazém geral por um longo tempo 3-5 anos (há exceções) sem estragar. Mas seu conteúdo perde continuamente valor nutricional ao longo desse tempo. Em geral, quanto mais fresco e seco o armazenamento (embora acima de zero), melhor. Essa é uma das razões pelas quais muitas pessoas estão recomendando que você compre vitaminas suplementares e / ou também armazene e cultive sementes germináveis, como alfafa (muito barata e muito fácil de cultivar).

Uma boa referência é:

Tirando o melhor proveito do básico: manual de preparação para a família por James Talmage Stevens

- Arnie Rimmer ([email protected]), 02 de novembro de 1998.

O que eles estão dizendo é verdade. O SPAM, por exemplo, tem uma vida útil eterna. A qualidade pode não ser a mesma de quando foi enlatada, mas que se dane, quando tiver fome você come e não reclama. As vitaminas não têm uma vida útil muito longa, portanto, se um desastre for prolongado, todos nós estamos basicamente ferrados em nutrição. exceto para quem tem jardim, água e fertizlier para mantê-lo.

Aprenda como SPROUT! As sementes germinadas, de preferência orgânicas, duram até 5 anos e são excelentes para manter uma boa saúde. Proteína de feijão e arroz. Moa a farinha fresca de bagas de trigo com um moinho manual. Sim, terei alguns produtos enlatados como atum e tal, mas há muitas maneiras de comer saudável com tudo isso. Experimente começar agora a desenvolver suas habilidades e boa saúde! Diana

Não sei, mas tenho fortes suspeitas de que, por motivos legais, as datas de validade de qualquer alimento são extremamente conservadoras. Você pode imaginar os processos judiciais se os alimentos enlatados estragaram dentro do prazo de validade nominal e a lata não está danificada? Às vezes, até suspeito que essas datas são convenientemente retiradas rapidamente das prateleiras do varejo, para encorajar os pedidos com mais frequência.

Flint: Eu gosto desses "encontros rápidos". O primeiro lugar que paro na loja são as cestas de descontos. Ótimas pechinchas e não há nada de errado com os produtos. Você provavelmente está certo de que as datas foram marcadas lá, portanto, o pedido será feito mais cedo ou mais tarde.

Nossa maravilhosa babá decretou que não haverá data de validade superior a 3 anos no futuro para qualquer coisa que possa expirar. Assim, você tem as datas de retirada, etc.

CR

Lembra da cena de "Road Warrior" quando Mel estava comendo uma lata de comida de cachorro? Gostaria de saber se ele ou seu cachorro estavam preocupados com a data de validade da lata? Existem alguns tópicos anteriores que possuem links para informações sobre o prazo de validade e como ler códigos em alimentos embalados. Até a Pepsi tem uma data para isso agora. Talvez tenhamos Pepsi "vintage" no mundo pós-y2k. Vamos abrir uma lata fina de 11/98. Lembre-se em 98 quando.

PRATELEIRA ÚTIL DE ALIMENTOS DE ARMAZENAMENTO DE LONGO PRAZO

Devido ao tipo de processamento e embalagem inadequada, produtos enlatados regulares e alimentos secos embalados em caixas de papelão e sacos plásticos comprados nas prateleiras das mercearias NÃO SÃO ADEQUADOS PARA UM PROGRAMA DE ARMAZENAMENTO DE ALIMENTOS DE LONGO PRAZO!

Este resumo fornece orientação sobre os vários tipos e métodos de armazenamento de produtos alimentícios especiais que são processados ​​e embalados para ir muito além da curta vida útil de alimentos regulares enlatados, embalados e ensacados.

Embora seja possível adquirir conhecimento suficiente para determinar os vários tipos e quantidades diferentes de alimentos necessários para uma dieta nutricionalmente equilibrada usando alimentos úmidos, secos e desidratados, o maior obstáculo para a maioria das pessoas que planejam seu próprio armazenamento de alimentos a longo prazo O programa é como embalar e armazenar os alimentos para a vida útil máxima.

As primeiras perguntas são:

Que tipo de recipientes devo usar?

Os recipientes devem ser de qualidade alimentar?

Ao usar sacolas plásticas dentro de um contêiner, a sacola plástica deve ser grau alimentício?

Quantas sacolas plásticas devo usar para ter certeza de que nenhum ar ou umidade entrará nos alimentos?

Como faço para lacrar os sacos plásticos? Laços torcidos? Fita? Ambos?

O que devo fazer para evitar que insetos e outros vermes contaminem os alimentos? Usar folhas de louro secas?

Preciso de uma bomba de sucção a vácuo para remover o excesso de ar do recipiente de alimentos?

Como removo a umidade e o oxigênio do recipiente para alimentos?

Que tipo de dessecante devo usar para remover a umidade - e onde posso comprá-los?

O que eu uso para remover o oxigênio - nitrogênio, gelo seco ou outro método?

Todas essas perguntas são muito lógicas e requerem Respostas de especialistas que nem sempre estão disponíveis.

Todos têm opiniões e recomendações diferentes quanto aos tipos de Recipientes, Método de Embalagem, Extração de Umidade e Oxigênio, Vedação e Armazenamento dos Alimentos.

Dói comida seca ser congelada? Posso guardar comida em seu sótão, já que estou sem espaço de armazenamento, e também quero esconder meu suprimento de comida de olhos curiosos?

O pior ambiente para qualquer tipo de alimento [seco ou úmido] é um Lugar Quente ou Quente.

Não, não atrapalha Alimentos Secos [Trigo, Arroz, Lentilhas, Milho, Feijão, Açúcar Granulado, Cereais etc] serem congelados. Na verdade, o congelamento é desejável para estender a vida útil dos alimentos secos - e de certos tipos de alimentos embalados úmidos. Visto que a água se expande quando congelada, você obviamente não quer congelar alimentos em uma jarra de vidro, recipiente de metal ou outro recipiente que irá quebrar, distender ou romper com a expansão devido ao congelamento.

Para aqueles que não sabem como - ou que não têm tempo para planejar, montar, embalar e armazenar suas próprias rações de armazenamento de alimentos de longo prazo - o Safe Trek Foods elimina todas as suposições e frustrações da equação e fornece você com um menu de alimentos essenciais para armazenamento a longo prazo totalmente planejado e nutricionalmente equilibrado.

Safe Trek Foods é o fornecedor MAIOR, mais completo, mais barato, confiável e responsivo dos EUA para armazenamento de alimentos por longo prazo.

A Safe Trek compra todos os itens alimentares diretamente dos produtores reais - com todo o processamento, enlatamento e embalagem de alimentos feito no local pela própria Safe Trek.

Todos os produtos alimentícios Safe Trek são embalados em latas de metal de tamanho # 10 [aproximadamente 1 galão americano]. as latas # 10 são duplamente esmaltadas [revestidas duas vezes dentro da lata e duas vezes fora] para fornecer capacidade conservante extra e proteção contra ferrugem e outros tipos de corrosão.

Pacotes de absorção de oxigênio são inseridos nesses recipientes de armazenamento. Os níveis de oxigênio são, portanto, reduzidos e a vida útil útil dos alimentos é bastante aumentada. Esses alimentos retêm seu valor nutricional e bom gosto por 5 a 15 anos, se armazenados em um ambiente mais fresco. Nenhuma refrigeração é necessária.

Usando a Tecnologia Autoclave Termostabilizada Retorta-Bolsa empregada na fabricação de Refeições Militares Prontas para Comer [MRE] dos EUA, a vida útil de produtos alimentícios pode ser estendida até 130 meses [10 anos e 10 meses], se tais produtos termostabilizados para autoclave são armazenados a uma temperatura constante de 60F - com uma vida útil indefinida se armazenados congelados.

Testes extensivos feitos pelos Laboratórios Natick do Exército dos EUA determinaram que a vida útil útil de um MRE armazenado em várias temperaturas é a seguinte:

1 mês a 120F

5 meses a 110F

22 meses a 100F

55 meses a 90F

76 meses a 80F

100 meses a 70F

130 meses a 60 F

Os MREs têm uma vida útil indefinida quando armazenados congelados - mas você deve evitar as oscilações de temperatura dentro e fora da zona de congelamento.

O tempo e a temperatura têm um efeito cumulativo na vida útil de qualquer alimento. Por exemplo, um MRE armazenado a 100F por 11 meses e, em seguida, movido para um local de armazenamento diferente onde a temperatura é 70F, resultaria em uma perda de 1/2 da vida útil de 70F.

Já no assunto de MREs, um AVISO é necessário! Os MREs anunciados por várias empresas como excedente militar dos EUA, produção excedida do contrato, estoque excedente do fabricante, etc., são, na verdade, PRODUTOS REJEITADOS DE FÁBRICA! Além disso, não há como determinar a Data de Fabricação ou os vários locais e temperaturas variáveis ​​sob as quais tais MREs foram armazenados antes de você comprá-los.

Uma dissertação completa sobre MREs de excedentes militares está disponível no site da Internet http://www.conquestinc.com - ou enviaremos uma cópia por e-mail ou fax mediante solicitação.

A resposta aos MREs militares são os MREs comerciais frescos chamados HeaterMeals - The Meal With The Stove Inside! Esses MREs consistem em uma deliciosa entrada, garfo, sal, pimenta e guardanapo - mais um pacote de 2 onças de água para ativar o Aquecedor Químico de Alimentos Sem Chama.

A entrada HeaterMeals foi fabricada usando a mesma tecnologia autoclave termostabilizada dos MREs militares, na qual o alimento é cozido duas vezes - uma antes e uma vez após o empacotamento.

Em vez de o MRE e o aquecedor serem separados como usados ​​pelas Forças Armadas dos EUA, para aplicações comerciais / vendas civis, tanto o MRE quanto o aquecedor foram combinados em um produto novo e inovador: HeaterMeals!

nossa empresa [Conquest International Corporation] foi o Agente de Vendas e Marketing Estrangeiro Exclusivo para 1 dos 3 ex-Primeiros Contratantes do Governo dos EUA para Refeições Militares Prontas para Comer [MRE]. O fabricante de HeaterMeals foi o único fornecedor para as Forças Armadas dos EUA de seus Aquecedores de Alimentos patenteados, produzindo e vendendo mais de 70 milhões de tais aquecedores desde 1990.

A Conquest International Corporation é distribuidora de HeaterMeals COM ENTREGA IMEDIATA de produtos novos frescos de fábrica! Detalhes completos, menus, preços e informações sobre pedidos estão disponíveis em nosso site na Internet.

Para aqueles que não têm tempo ou não podem planejar seu próprio Programa de Armazenamento de Alimentos de Longo Prazo, a Safe Trek Foods e a Conquest International Corporation desenvolveram 2 embalagens de alimentos pré-montadas com uma grande variedade de itens para fornecer um suprimento de 1 ano de Balanced Menu Essential Foods para 1 pessoa mais um segundo pacote que fornece 4 pessoas com um suprimento de alimentos para 1 ano [ou 1 pessoa com suprimento de alimentos para 4 anos].

Além dos Kits de armazenamento de alimentos de longo prazo processados ​​e embalados de especialidade da SafeTrek Foods, a Conquest International Corporation fornece HeaterMeals como refeições prontas para comer para complementar seu Programa de armazenamento de alimentos de longo prazo em preparação para os tempos ruins que se aproximam!

A Safe Trek & Conquest é especializada em PREPARAÇÃO PARA TEMPOS PERIGOSOS

POR FAVOR, CONSULTE TODAS AS QUESTÕES PARA

Conquest International Corporation 1109 SW 8th Street, Plainville, Kansas 67663 Tel [785] 434 2483 Fax [785] 434 2736 E-mail: [email protected] Internet: http://www.conquestinc.com

- Conquest International Corporation ([email protected]), 03 de novembro de 1998.

Apenas um relatório sobre nossos experimentos com Granola.

Nos últimos dias, fizemos as duas receitas de granola que estavam no Catálogo do Último Terra Inteira que postamos. O menor era fácil e seco. Foi cortado em barras antes da secagem. Provei como o sabor da gelatina. Usamos laranja e esquecemos o açúcar em um lote. Muito bom. O lote de Rasberry com açúcar era um pouco doce demais para mim.

A receita maior acabou sendo granola granular. Minha mente estava travada em fazer barras secas, então não pensei em nenhum outro resultado. Fiquei surpreso, mas não desapontado. É uma delícia. O pedido de 1 1/2 encheu um saco de freezer de galão completamente.

Ao ir para as barras novamente, modificamos a receita granular para que ela ficasse dura como a receita menor. Desta vez, usamos os grãos que sobraram. Usamos uma quantidade maior de soja em comparação com aveia e farelo para obter mais produção de protien. (É 50/50 feijão / grão o caminho a percorrer para max. Protien ou há uma proporção melhor?) Substituímos os vegetais. óleo com leite em pó deixou de fora a gelatina e jogou dentro cerca de metade do açúcar que pensamos que seria necessário.

Saiu excelente. Um pouco grosso na frigideira para secar completamente em 12 horas, mas isso pode ser consertado. O sabor é mais natural, sem sabor de gelatina.

Uma coisa é procurar todos os grãos necessários, pagamos muito caro pelo Seseme no Supermercado e não conseguimos encontrar soja moída ou linho. Depois de dar uma olhada, entramos em uma loja de alimentos naturais bastante grande. Eles tinham tudo o que precisávamos e a preços surpreendentemente baixos. Pagou cerca de metade pela mesma quantia de Seseme, por exemplo. A maioria dos itens parecia inferior em comparação com o nosso supermercado.

Ainda procurando moinho de grãos. Onde está o melhor ponto de venda local em potencial? Alguma sugestão, por favor? Walmarts não tem!

Roy, encontrei um site que tem um folheto de informações de recomendação de validade de 19 páginas. Imprimi uma cópia para mim e para os sogros. O site é www.glitchproof.com Espero que tenha as informações que você estava procurando. Além disso, enviei um pedido de Aerobic 07 outro dia. Mary

As datas de vencimento de produtos longa vida são frequentemente escolhidas pelo varejista. Eles não acham que os clientes gostam de ver encontros daqui a dez anos; os clientes podem começar a pensar que parte do restante do estoque da loja ficou obsoleto na última década! Portanto, eles frequentemente escolherão (digamos) 1 ano à frente, mesmo que o produto específico seja válido por muitos anos a mais.

E, é claro, se os clientes atirarem comida estuque, pois o prazo de validade ultrapassou a data de validade após a compra, isso gerará vendas de reposição.


Você deve jogar fora essa comida? Deixe seus sentidos ajudá-lo a decidir

por Lisa Arbetter, AARP, 23 de setembro de 2019 | Comentários: 0

En español | Ninguém quer desperdiçar comida. Mesmo assim, 90% de nós somos culpados de ocasionalmente jogar fora alimentos ainda frescos, que constituem a maior parte do que é despejado em nossos aterros sanitários.

Pior ainda, uma vez lá, os itens de nossa geladeira apodrecem e liberam metano, um gás de efeito estufa prejudicial. Pelo menos parte do motivo pelo qual jogamos fora demais, dizem os especialistas, é alguma confusão compreensível sobre quando a comida estraga e o que os rótulos “melhor por” ou “usar por” impressos nas embalagens realmente significam.

Com exceção da fórmula infantil, esses rótulos não são regulamentados pelo governo federal. & quotOs fabricantes definem datas de vida de prateleira para garantir a qualidade, mas essas datas são apenas as melhores estimativas e dependem dos alimentos ”, diz Donald W. Schaffner, especialista em extensão em ciência de alimentos e distinto professor da Rutgers University. “Um determinado alimento consumido após a data‘ melhor antes ’pode ter um gosto muito bom.”

Para ajudar a esclarecer as coisas, a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA emitiu uma declaração em maio apoiando os esforços da indústria de alimentos para padronizar o uso do termo “Melhor se usado por” em alimentos embalados. Mas se não podemos depender das datas estampadas em nossa comida para nos dizer quando é hora de jogá-la fora, como decidimos o que lançar e o que manter?

Use seus sentidos para detectar deterioração de alimentos

& quotA melhor maneira de detectar se a comida ainda é boa é confiar nos seus sentidos, ”diz Yvette Cabrera, gerente de projeto da iniciativa Food Matters do Natural Resources Defense Council, que tem parceria com cidades para reduzir o desperdício de alimentos. “Cheire, experimente. Use o que seu corpo lhe deu para descobrir se algo está estragado ou não. ” Se você não tiver certeza, não arrisque. “Queremos que as pessoas não desperdicem alimentos, mas nossa orientação geral é: em caso de dúvida, jogue fora”, disse o porta-voz da FDA, Paul Cassell.

Entenda que estragado não significa contaminado

& quotHá frequentemente um equívoco de que comida estragada pode deixá-lo doente, ”diz Schaffner. “Geralmente, as bactérias que estragam os alimentos não são as mesmas que nos deixam doentes. Um alimento pode ser estragado, mas também livre de patógenos. Um alimento também pode conter patógenos, mas não pode ser abertamente estragado. ” O leite é um ótimo exemplo. Quando está estragado, cheira e tem um gosto muito ruim, mas como é pasteurizado, beber não vai fazer você adoecer (embora possa fazer você vomitar). Na verdade, o leite azedo pode ser ótimo em receitas como pão de milho com leite azedo ou panquecas com leite azedo.

Armazene os alimentos corretamente para evitar doenças

As condições ideais de armazenamento são mais importantes do que as datas de validade quando se trata de segurança alimentar. Mesmo que a data expire durante o armazenamento doméstico, as diretrizes do Departamento de Agricultura dos EUA dizem que um produto deve ser "seguro, íntegro e de boa qualidade se manuseado adequadamente e mantido a 40 graus Fahrenheit ou menos."

As bactérias se multiplicam rapidamente entre 40 graus e 140 graus Fahrenheit, algo que pode acontecer a qualquer momento, independentemente da data na embalagem. Se refrigerado na temperatura adequada, os intervalos de armazenamento seguro para alguns itens comuns incluem:

  • Carnes moídas, aves frescas: 1 a 2 dias
  • Carne fresca, vitela, cordeiro e porco (assados, costeletas e bifes): 3 a 5 dias
  • Carne de almoço, pacote aberto / deli fatiado: 3 a 5 dias pacote fechado: 2 semanas
  • Sobras: 3 a 4 dias
  • Cortar frutas: 4 dias
  • Ovos cozidos: 1 semana
  • Legumes picados armazenados em um recipiente hermético: 1 semana
  • Leite pasteurizado: 1 semana além da data de validade
  • Ovos crus com casca: 3 a 5 semanas
  • Queijo macio, aberto: 2 semanas. Se houver mofo, jogue-o fora.
  • Queijo duro, aberto: 3 a 4 semanas. Se desenvolver um molde azul-esverdeado no exterior, corte o molde mais meia polegada adicional abaixo dele.

Uma nota sobre produtos agrícolas: produtos com envelhecimento visível podem emitir gases que aceleram o amadurecimento de outros produtos. Use imediatamente ou faça compostagem.

Para dicas de especialistas para ajudá-lo a se sentir melhor, obtenha o boletim informativo mensal de saúde da AARP.

Saiba que você não pode cheirar ou provar a contaminação

É aqui que as coisas ficam complicadas. Salmonella, listeria e outros agentes patogênicos transmitidos por alimentos são furtivos e, infelizmente, é mais provável que os idosos adoeçam com eles. Para diminuir o risco, é preciso ter conhecimento sobre o manuseio adequado dos alimentos e onde esses patógenos têm maior probabilidade de aparecer.

De acordo com o FDA, frios, cachorros-quentes, frutos do mar defumados, qualquer coisa feita com leite não pasteurizado, saladas de delicatessen e alimentos prontos para comer correm o risco de contaminação. E os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomendam aderir a quatro princípios principais ao manusear alimentos para evitar doenças: limpar, separar, cozinhar e esfriar.

  • Limpar mãos, utensílios, tábuas de cortar, balcões e frutas e vegetais frescos, mesmo se você planeja cortá-los ou descascá-los. “Se um melão tiver salmonela do lado de fora e for cortado, isso irá transferir o patógeno para a superfície do melão cortado”, diz Schaffner.
  • Separado carne crua, aves, frutos do mar e ovos de alimentos prontos para consumo em sua geladeira e cesta de supermercado, e use tábuas de corte e pratos separados para carne crua, aves e frutos do mar.
  • cozinhar à temperatura interna certa. Use um termômetro e este gráfico para informar qual deve ser a temperatura.
  • Frio alimentos perecíveis dentro de duas horas (uma hora se estiver acima de 90 graus Fahrenheit fora) e descongele os alimentos congelados em água fria na geladeira ou no microondas, nunca na bancada.

Faça bom uso do seu freezer

Isso pode estender a vida útil de alguns alimentos em até um ano. E a variedade de alimentos que podem ser congelados pode surpreendê-lo - farinha, leite, queijo, ovos (sem a casca), para citar alguns. Claro, alguns alimentos funcionam melhor do que outros. Refeições cozinhadas tendem a congelar bem em recipientes herméticos. Alimentos com alto teor de umidade, como verduras para salada, tomate ou melancia, não são recomendados, pois tendem a ficar pastosos quando congelados e descongelados. Se a textura mudar, considere usar a comida em molhos ou outros pratos cozidos. “Queijo congelado é perfeitamente adequado para derreter em um hambúrguer ou macarrão com queijo, mas se você planeja descongelar e comê-lo sozinho, essa pode não ser a melhor experiência para você”, diz Cassell.

A maioria dos itens é fácil de congelar - basta colocá-los em um recipiente hermético para evitar queimaduras de congelamento. Frutas e vegetais, entretanto, se beneficiam do branqueamento, que preserva sua qualidade, cor e teor de vitaminas. E, contanto que você descongele corretamente, você pode realmente congelar novamente os alimentos.

Então, por quanto tempo os alimentos podem ficar no congelador antes de serem consumidos? Aqui está um guia aproximado para alguns itens comuns:

  • Sopas, ensopados e feijão cozido: 2 a 3 meses
  • Carne e aves cozidas ou moídas: 3 a 6 meses
  • Bagas e frutas picadas: 6 a 8 meses
  • Legumes, se escaldados: 8 a 12 meses (dependendo do vegetal)

Seja criativo

Da próxima vez que você estiver prestes a lançar algo, pare um momento para pensar em usos alternativos. Frutas marrons e mole e sobras de polpa podem ser usadas para assar ou smoothies. Cortes de cenoura, folhas de aipo, caules de salsa, caules de cogumelos e cascas de cebola podem ser usados ​​para fazer um caldo. Pão dormido pode ser torrado e transformado em migalhas de pão ou croutons. Mesmo vegetais murchados podem ser revividos mergulhando-os em água gelada por 10 a 20 minutos. O vinho tinto, que se tornou ácido, pode ser transformado em molho de macarrão.


Quanto tempo você pode armazenar (quase) qualquer coisa na geladeira e no freezer

De todas as coisas que desperdiçamos, a comida é uma das áreas em que você pode causar um sério impacto. Siga estas orientações para saber o que ainda está fresco - e o que jogar fora.

O peito de frango no fundo do freezer ainda é seguro para comer? Que tal o molho de soja que está na sua geladeira sabe-se lá quanto tempo?

Pode ser difícil saber quando o alimento precisa ser jogado fora e & # xA0 quando é perfeitamente seguro recuperá-lo. A segurança está em primeiro lugar, é claro, mas os Estados Unidos jogam quase 40% de sua comida todos os anos. De acordo com o & # xA0Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, isso soma mais de US $ 160 bilhões desperdiçados anualmente.

Se você estiver se sentindo culpado por pensar em toda a comida que sua família pode estar jogando fora desnecessariamente todas as semanas, não se preocupe. Existem infinitas maneiras fáceis de mudar seus hábitos para desperdiçar menos ingredientes, começando por saber exatamente por quanto tempo os alimentos ficam frescos em sua geladeira e freezer e mantendo a temperatura da geladeira no nível certo. & # XA0Nós & # x2019ve desmistificamos o processo com este guia prático , que incorpora conselhos do USDA, cientistas de alimentos e fabricantes de alimentos. (Role para baixo para versões para download que são perfeitas para pendurar na geladeira). Lembre-se: as datas de vencimento devem ser consideradas com cautela, pois não são regulamentadas pelo governo federal. Uma data & # x201Cuse por & # x201D ou & # x201Cbest por & # x201D normalmente indica quando o produto estará em sua melhor qualidade. Na dúvida, lembre-se de que seu nariz sabe. Se você notar odores ou uma mudança na aparência de sua comida, não consuma & # xA0it.


Preocupações comuns sobre refrigeradores inteligentes

Com todos os recursos e conectividade, muitas pessoas se preocupam se uma geladeira inteligente é uma decisão inteligente. Vejamos algumas das preocupações comuns que muitas pessoas têm quando se trata de fazer o investimento em uma geladeira inteligente.

Os refrigeradores inteligentes não são muito mais caros do que os refrigeradores regulares?
Embora tenham começado um pouco mais caros, os preços caíram significativamente à medida que mais marcas e modelos se tornaram disponíveis. Escolher uma geladeira inteligente em vez de uma (não inteligente) com freezer de gaveta inferior ou com porta francesa pode custar apenas algumas centenas de dólares a mais ou até alguns milhares de dólares a mais. Tudo depende do modelo e da marca que você escolher.

Alguém pode invadir minha geladeira inteligente e tomá-la ou usá-la contra mim de alguma forma nefasta?
O importante a lembrar sobre toda tecnologia de casa inteligente que se conecta à Internet é que ela normalmente usa o mesmo acesso Wi-Fi que você configurou para seus outros dispositivos para acessar a Internet, como smartphones, tablets, computadores e TV dispositivos streamer. Você sempre deseja ter seu modem ou roteador configurado com a segurança adequada e senhas complexas para garantir a segurança de todos os seus dispositivos e aparelhos conectados.

Você também pode estar se perguntando o que pode ser hackeado. Bem o inteligente na geladeira inteligente geralmente significa um computador embutido com uma tela e acesso à internet. Você pode se conectar aos serviços que utiliza todos os dias para que, por exemplo, seu calendário apareça na tela da geladeira. Essas informações de login podem ser obtidas e usadas em outros lugares (outra razão pela qual senhas exclusivas para cada serviço que você usa fazem muito sentido). Tudo tem algum tipo de vulnerabilidade, então resta saber como os fabricantes lidam com esses tipos de problemas.

Os consertos de geladeiras inteligentes são mais caros do que geladeiras comuns?
Sim e não. Os principais componentes do refrigerador, como bobinas de condensador, ventiladores, compressores e assim por diante, teriam o mesmo custo de manutenção ou reparo de um refrigerador normal. Ainda é uma geladeira, no final das contas. Onde poderia haver custos extras para reparos seria se recursos especiais, como sensores de abertura de porta sem o uso das mãos, cafeteira embutida ou a interface da tela de toque quebrassem ou falhassem. No entanto, os fabricantes projetaram refrigeradores inteligentes com uso familiar típico e com a vida útil média do refrigerador (cerca de 15 anos) em mente.

Minha geladeira inteligente ficará obsoleta quando um novo modelo for lançado?
A conectividade Wi-Fi significa que seu refrigerador inteligente pode receber novas atualizações de software e provavelmente novos recursos à medida que são desenvolvidos e lançados. Seu refrigerador inteligente deve ficar mais inteligente e ficar atualizado com a tecnologia mais recente com o tempo. E a maioria das empresas de tecnologia envia atualizações de software durante a noite para evitar aborrecimentos para os usuários, portanto, as atualizações devem parecer quase perfeitas.


10 receitas para pacotes de smoothie congelado

Um estilo de vida agitado pode ser simplificado com embalagens de smoothies congelados prontos em uma variedade de combinações de alimentos integrais. Basta lavar, picar, medir e ensacar os ingredientes do smoothie e colocá-los na geladeira ou freezer. Em seguida, basta adicioná-los com líquido ou gelo ao seu recipiente de Vitamix e misturar para um café da manhã rápido ou lanche da tarde.

Para uma montagem fácil e rápida, coloque vários pacotes de smoothie na mesma prateleira do freezer. Se desejar, coloque a receita escolhida ao lado da máquina Vitamix, junto com canecas de viagem e guardanapos. Essa estratégia é particularmente útil para cuidadores e crianças mais velhas, que podem chegar em casa antes dos membros adultos da família, com fome no final do dia escolar ou da prática esportiva.

Experimente estas 10 receitas de smoothie Vitamix para armazenar como pacotes de smoothie congelado:

Com um pouco de preparação, qualquer pessoa pode preparar facilmente um smoothie de comida inteira em apenas algumas etapas, tornando mais fácil desfrutar de mais frutas e vegetais todos os dias.


Esta cozinha & # x27smart & # x27 reconhece a comida na sua geladeira, cria receitas e, em seguida, prepara suas refeições

Existem duas razões pelas quais eu não faço costelas em casa: O processo de cozimento pode levar até três horas, e eu duvido que poderia torná-las tão deliciosas quanto um chef treinado.

Mas se eu usar o novo forno da startup de cozinha inteligente Innit, fazer costelas gourmet leva 40 minutos e tudo o que tenho que fazer é apertar alguns botões.

A tecnologia visa tornar o preparo de refeições gourmet ágil e eficiente. O Innit detecta o que está em sua geladeira, ajuda você a decidir sobre uma receita e a prepara para você com base em algoritmos que descobrem a maneira perfeita de cozinhar qualquer alimento.

O molho secreto: sensores de reconhecimento facial e câmeras localizadas dentro de fornos e geladeiras com WiFi, que se conectam a um aplicativo que controla toda a experiência.

O aplicativo apresenta milhares de receitas de publicações como Bon Appetit, Epicurious, Good Housekeeping e The New York Times. Depois de escolher uma receita, o aplicativo envia as instruções de cozimento diretamente para o forno, que as segue automaticamente.

Recentemente, tive a oportunidade de experimentar a tecnologia e cozinhar um pedaço de costela. É assim que funciona.


A viagem de um porco para a América do Norte

Diz-se que Cristóvão Colombo entregou oito porcos a Cuba para sua exigente princesa. Hernando De Soto, um explorador espanhol, trouxe 13 porcos para Tampa Bay em 1539, e os nativos americanos descobriram que amavam o sabor do porco.

Três anos depois, depois que De Soto foi morto durante seu governo, seus homens tinham mais de 700 porcos. assim, a indústria de suínos na América havia começado.

Durante a Segunda Guerra Mundial na América, a gordura do bacon que sobrou da comida caseira foi levada de volta ao açougue e, por fim, doada ao esforço de guerra. Como a carne de porco era um meio de alimentação acessível, era usada em grandes quantidades para cozinhar e fazer dispositivos incendiários e explosivos.

No ano passado, a indústria de alimentação na América usou 13.000 porcos em bacon para servir seus convidados.

Podemos ver que a produção de suínos já percorreu um longo caminho!


50 coisas na sua cozinha para se livrar agora mesmo

Imagine como será agradável entrar em armários organizados!

Foto por: Hinterhaus Productions & copyHinterhaus Productions

Foto por: deepblue4you / Getty Images

Foto por: grandriver / Getty Images

Foto por: FotografiaBasica / Getty Images

Foto por: Michael Heim / EyeEm / Getty Images

Foto por: fotostorm / Getty Images

Foto por: Stephen Gibson / EyeEm / Getty Images

Foto por: skhoward / Getty Images

Foto por: Stewart Waller / Getty Images

Foto por: Michael Moeller / EyeEm / Getty Images

Foto por: nerudol / Getty Images

Foto por: Michelle Arnold / EyeEm / Getty Images

Foto por: John Peabody / Getty Images

Foto por: FotografiaBasica / Getty Images

Foto por: philly077 / Getty Images

Foto por: Caiaimage / Adam Gault / Getty Images

Foto por: CaseyHillPhoto / Getty Images

Foto por: Westend61 / Getty Images

Foto por: Attapan Chan-In / EyeEm / Getty Images

Foto por: Magone / Getty Images

Foto por: BRETT STEVENS / Getty Images

Foto por: Madeleine_Steinbach / Getty Images

Foto por: Olivia Bell Photography / Getty Images

Foto por: Geo-grafika / Getty Images

Foto por: Dzurag / Getty Images

Foto por: Kristyna Henkeova / Getty Images

Foto por: krblokhin / Getty Images

Foto por: PeopleImages / Getty Images

Foto por: GMVozd / Getty Images

Foto por: Image Source / Getty Images

Foto por: Dawn Simonelli / EyeEm / Getty Images

Foto por: Cyrille Gibot / Getty Images

Foto por: Mint Images / David Arky / Getty Images

Photo By: Alexander Spatari/Getty Images

Photo By: Daniel Grill/Getty Images

Photo By: Fancy/Veer/Corbis/Getty Images

Photo By: Westend61/Getty Images

Photo By: Mukhina1/Getty Images

Photo By: jack-sooksan/Getty Images

Photo By: pick-uppath/Getty Images

Photo By: Magone/Getty Images

Photo By: Stewart Waller/Getty Images

Photo By: zia_shusha/Getty Images

Photo By: EkaterinaZakharova/Getty Images

Photo By: fotogal/Getty Images

Photo By: Halfdark/Getty Images

Photo By: caronwatson/Getty Images

Photo By: AlekseyLenka/Getty Images

Photo By: Jeffrey Coolidge/Getty Images

Photo By: xb100/Getty Images

Photo By: Gege Gatt (www.gegegatt.com)/Getty Images

From Trash to Treasure

The kitchen is easily the most lived-in room in the house. It&rsquos where food is prepared, shared and stored, but it also serves as the meeting place for family and friends. Achievements are fastened to fridges, homework is completed at its counters, debates are held at its tables &mdash it&rsquos the lifeforce of the house. So, it&rsquos no wonder our kitchens are overrun with stuff and the residue of those experiences.

Here are a few ways to help you separate the treasures from the trash and keep your favorite room in the house decluttered and in tiptop working order.

Mildewed Kitchen Sponge

Those squishy sponges you use to scrub your dishes clean are leading a double life &mdash as a sanitizer and haven for nasty microbes &mdash which is why your kitchen sponge has a shelf life of about one to two weeks. In the meantime, you can sanitize your sponge in the top rack of your dishwasher.

Scratched Nonstick Pans

The glossy coating that keeps omelets from sticking and stir-fries stirring eventually starts to break down. As soon as the gloss is gone, or a dreaded scratch appears, it&rsquos time to toss the pan. After all, no one wants their food stuck to the bottom of the pan.

To keep your pans like new longer, avoid using metal tools on them. If you stack your pans in the cupboard, place a protective sheet of paper towel in between them to prevent scratches.

Lost-Container Lids

Lidless Tupperware falls under the useless category. A storage container that can no longer stow has no business cluttering precious cabinet space. Much like the missing sock mate situation, the Tupperware/lid mystery may not be solvable either, except to discard those useless containers.

BPA Plastic Containers

BPA, or bisphenol, is an industrial chemical used in plastics and resins. Worries that the chemical can seep into food and drink has pushed manufacturers to produce more and more BPA-free products. So, while you&rsquore pairing your food containers with their lids, go ahead and toss out any old containers with recycle codes 3, 6 and 7 that might contain the toxic chemical.

Leaky or Lidless Travel Mugs

Leaky mugs, lidless travel cups &mdash they all need to go. Edit your collection down to your favorite one or two travel mugs and you won&rsquot have to sift through the noncontenders each morning.

Broken Blenders, Mix-less Mixers, Oh My!

We may be calling out the broken blender, but we are looking at you, too, hand mixer with no beaters and waffle iron that no longer crisps. Get rid of all those small appliances that have outlived their usefulness. Honestly, if you haven't fixed 'em by now, it's not going to happen.

Sprouted, Shriveled Potatoes

The best place to store potatoes is in a cool, dark place. Unfortunately, that means potatoes are often forgotten until found shriveled and rotten in the back of your pantry. Don&rsquot be a victim of pungent gases from rotten potatoes. Designate a basket for your light-sensitive root vegetables that can be easily checked for spoilage.

Old Spices and Herbs

Have you looked in your spice cabinet lately? When&rsquos the last time you reached for the fenugreek? It may be time to clean out and refresh old spices and herbs. Like anything else in your kitchen, spices and dried herbs have a "best by" date. They might not mold, but they will start to lose their potency &mdash about three years for whole spices, two years for ground, and one to two years for dried herbs.

Rancid Cooking Oils

On a whim, you reach for the dusty, sticky bottle of canola oil in the back of your pantry you&rsquore going to make brownies. Unfortunately, that tackiness on the outside of the bottle is a bad omen for what&rsquos on the inside: metallic-smelling, rancid oil.

Fruit and vegetable oils are particularly susceptible to spoilage. The less saturated the fat, the faster the oil will turn. Keep the very sensitive ones, like walnut and toasted sesame oils, in the fridge to extend their shelf life. After opening, expect most oils, like olive oil and canola, to last six months if stored properly in a cool, dark place.

Past-Their-Prime Pantry Staples

Pasta, rice, flour and all your other favorite grains eventually go bad. Check expiration dates or give it a good sniff to check for that rancid oil smell. Storing your rice, flour and pasta in airtight containers, rather than their opened boxes and bags, will help keep your dry goods fresher longer.

Dried pasta typically lasts up to two years (whole grain up to six months). Brown rice lasts up to one year white rice is closer to two years. All-purpose flour lasts about one year.

Expired Baking Powder

Nothing is worse than working all day on a baking project only for it to fall flat because your chemical leaven of choice, baking powder, is past its prime. Throw out opened baking powder after one year. But if you need to do a quick spot check, drop some in warm water. If it activates and bubbles vigorously, then it&rsquos good to use.

Over-the-Hill Beer

Maybe your eyes were bigger than your beer belly when you shopped for that party in July. Now you need to either drink or ditch that extra beer on the verge of spoilage. In the pantry, beer will last six to nine months in the fridge, it's good for six months to two years.

Canned Goods

Canned foods are safe to eat indefinitely, says the USDA, so long as they are not dented, bulging or exposed to freezing temperatures or those above 90 degrees F. But that doesn't mean they will always taste great. For the best flavor and quality, follow these guidelines:

High-Acid Canned Foods (tomatoes, fruit): Up to one-and-a-half years at room temperature

Low-Acid Canned Foods (chicken broth, beans, vegetables, meats): Up to five years at room temperature

Liquor with a Shelf Life

High-proof alcohol will last what feels like indefinitely, but other items on your drink cart should be stored properly and tossed more frequently.

Specifically, noncreamy liqueurs spoil more easily than plain spirits, so toss after one year or when you detect discoloration, crystallization or odor. Keep creamy liqueurs in the fridge for up to six months after opening, but check the bottle for an official expiration date. Bitters last for years, even after opening, so hang on to those.

Coffee Beans

If you can&rsquot remember the last time you reached for that bag of coffee, it&rsquos best to toss it. Whole or ground beans in a vacuum-packed bag will last up to four months, unopened, on the counter and up to one week once opened. In a can, whole or ground beans will last one year unoepened and one week once opened.

Rancid Peanut Butter

Peanut butter lingering on the shelves isn&rsquot likely to happen in most houses, but just in case, remember to throw out peanut butter that has been sitting for more than three months. Just like other oils, the unsaturated fat in peanut butter will quickly turn rancid and bitter.

Opened Jars of Tomato Sauce

Tomato sauce is often the last-minute dinner saving grace. But, once opened, tomato sauce has a surprisingly short shelf life. Store it in the fridge for five to seven days, then that jar has got to go.

Stale Snack Foods

The bag of chips you reached for once and banished to the back of the pantry is so stale it&rsquos destined for the trash. Prevent these lost snacks by designating an opened snack basket in the front of your pantry, easy for all hungry parties to find.

Expired Condiments

Check your condiments, particularly those one-off items you bought for a recipe a year ago and never touched again. If you see separation, off-color or odor, it is best to throw those sauces out. (The same goes for salad dressings.)

Forgotten Leftovers

If you can&rsquot remember eating it the first time, it's probably safe to assume you shouldn&rsquot be eating it a second time. Leftovers pushed to the back of the fridge are lost to the trash in the end. Try dating your containers and using a FIFO (first in, first out) system to keep track of leftovers.

Opened Stocks and Broths

Prepared stocks last only up to four days in the fridge. Go ahead and throw out any past-date stock. Going forward, freeze leftover broths and stocks in ice cube trays, then store in airtight bags to increase the shelf life.

Freezer-Burned Food

Freezer burn isn&rsquot just something you can brush off your food. It&rsquos damage caused by dehydration and oxidation when food isn&rsquot properly wrapped and stored in the freezer.

And while the USDA deems freezer burn no risk to your health, it&rsquos probably safe to assume that the chicken, peas, ice cream or steak that fell victim to your freezer&rsquos icy ways won&rsquot taste all that great.

Some tips to prevent freezer burn include wrapping items tightly in plastic wrap and then storing in an airtight container, taking extra care to push out tudo the air from freezer bags, and cooling hot foods to room temperature before storing those foods in an airtight container in the freezer.

Maxed-Out Baking Soda Air Freshener

Don&rsquot want your food stored in your refrigerator to smell like, well, the fridge? Placing a box of odor-absorbent baking soda on a shelf will do the trick. But just as all good things must come to an end, the baking soda&rsquos stench-removal powers will last only so long &mdash about three months. Take the guesswork out of this one by writing the date on the box each time you replace your odor absorber.

Past-Due Water Filter

Pitchers with built-in water filters are great for providing your family with purified water without relying on bottled water, but don&rsquot forget to replace old filters every 40 gallons or so.

Chipped and Stained Bowls, Cups and Plates

Do you have an abundance of dishware and glassware? Then it&rsquos probably time to toss out that chipped beer glass from college. Also, consider losing any stained mugs or cracked cereal bowls from the rotation.

Pressureless Fire Extinguisher

Most manufacturers give a shelf life of anywhere from five to 15 years for fire extinguishers. That&rsquos a huge range! How can you be sure yours will put out the fire when you need it most? Set a reminder to check your equipment monthly. Make sure the tamper seal is on the extinguisher, that it's holding the pin in firmly, and that it hasn't been damaged. Also, make sure the extinguisher is full just by weighing it/lifting it.

Expired Disinfectants

We rely on cleaning products to keep our kitchen safe and sanitized. But those cleaning products that keep last night&rsquos chicken from contaminating this morning&rsquos fruit bowl eventually lose their effectiveness. Date your bottles so you know when to replace them. Most antibacterial products last about one year multipurpose cleaners without antibacterials can last up to two years.

Takeaway Menus

Yes, we used to keep drawers of takeaway menus, but now, with online delivery services and menus, this paper trail is virtually (pun intended) obsolete. However, if your favorite place still takes call-in orders, or you just like to have a physical menu on hand, consider whittling down your collection to only those restaurants you&rsquove ordered from in the past six months.

Old Sauce Packets

The drive-thru sauces packets &mdash it always feels wrong to throw them out, doesn&rsquot it? That is, until you have a drawer full of mystery sauces. Declutter. Dump anything that looks off and limit yourself to just one small jar of sauce packets for on-the-go meals .

Mismatched Flatware

It&rsquos time to adult. Rather than surviving on stolen spoons and mismatched flatware, invest in a good-quality, dishwasher safe set that can go from every day to dinner party without you rifling through the drawer to find four matching forks.

Stained Dish Towels and Holey Oven Mitts

It&rsquos time to take stock of that dish towel collection. Consider the danger of grabbing a hot pan only to find your oven mitt has a gaping hole in the thumb. Stained, ripped or torn towels and oven mitts should be tossed.

Cracked Wooden Spoons

Over time, wooden spoons lose their moisture and crack, and those cracks become home to bacteria. Since nobody wants to stir their dinner stew with a bacteria-rich spoon, it&rsquos safer to just replace those tools. The same rule applies to wooden cutting boards.

Warped Cutting Boards

For plastic cutting boards, which are easier to disinfect, the greatest tell that your board has run its course is warping. Eventually, enough hot rinses will cause your cutting board to bow. A bowed cutting board isn&rsquot easily secured with a counter grip or towel, and it becomes a dangerous item on which to cut. Toss it.

Old Rubber Spatulas

Rubber spatulas are the great workhorse utensil in the kitchen &mdash perfect for folding batters, stirring together sauces and even spreading frosting. But all that wear and tear adds up to cracked spatulas, which can become home to bacteria, but also the dried rubber can start to flake off into food. Check and replace your spatulas as needed.

Broken Drawer Organizers

Even drawer organizers don&rsquot last forever. If you find your silverware caddy breaking down or you&rsquove outgrown that gadget drawer organizer, then there is really no need to hang on to a failing system.

Pans You Don’t Use

We&rsquove all done it: invested in the 10- or 12-piece (or more!) cookware set only to discover we use two, maybe three, of the pans on a day-to-day basis. Rather than throw out those pans (because you will need them for the next holiday cooking extravaganza), instead relocate those unused pans to a hall closet or shelf in the garage.

Overflowing Plastic Bag Stash

The stash of plastic bags is a well-intended effort to not just toss another plastic shopping bag into the landfill. But those intentions have turned into an unmanageable collection of bags. Instead, invest in some reusable shopping bags and keep them in the trunk of your car, so you are never caught shopping without them. Look for recycling centers and grocery stores that accept plastic bag recycling, as the bags usually don't go in with the regular plastics.

Half-Burned Candles

Those half-burned dinner candles from last week&rsquos dinner party are just taking up space in the drawer. Melt them down to make votives or toss to make way for a fresh set.

Magnets That Don’t Work

Don&rsquot use your fridge as a wall of advertisements, particularly if those cheap magnets can&rsquot even hold a simple grocery list on the fridge. Throw out the clutter.

Kitchenware Gifts You Don’t Use

Don&rsquot hang on any gadget, platter or serving utensil just because it was a gift. If you haven&rsquot used the item in years, consider donating it.

Un-Sharp Can Opener

Ever found yourself muscling through to open that can of corn with a very dull can opener? Toss it immediately so you never find yourself disappointed by that can opener again.

Baby Utensils You No Longer Need

If your kids are out of their booster chairs and strolling into middle school, you can probably toss the Toy Story plates and Barbie sippy cups.

Unitaskers That Clutter

Avocado knives, butter dispenser, apple slicer, hot dog slicer, strawberry slicer, egg slicer . so many one-note slicers. If you&rsquove fallen prey to these drawer-cluttering unitaskers in the past, ask yourself, "Do I really need this?" Is an avocado knife better than a chef&rsquos knife and spoon combo?

Rusty Bakeware

Any cook would agree: Good tools makes for easier work. And while we wouldn&rsquot suggest you haphazardly start throwing out bakeware, anything that&rsquos starting to rust is better not cooked in.

Expired Batteries

The junk drawer, where batteries go to die. Rather than play Russian roulette each time you need a battery, buy a small collection of fresh batteries and recycle or dispose of them properly when they&rsquove reached their expiration date. Pay a little more for the lithium batteries, as their shelf life is about five to 10 years longer than alkaline.

Takeout Chopsticks

Have you ever noticed you always end up with way more takeout chopsticks than people? Consider this, if you order Chinese takeout once a week, and receive one extra pair per order, by the end of the year you&rsquoll have 52 pairs of chopsticks in your drawer &mdash that&rsquos way too many. For your next order make sure you check off the "no utensils" box.

Dried-Up Pens and Markers

You don&rsquot need a drawer full of markers and pens to run an effective kitchen &mdash just a one or two of each will get the job done. Then, keep them in a designated pen holder so you aren&rsquot searching around every time you want to label some leftovers.

Fridge Note Clutter

Clearing out the front of your fridge is the fastest way to provide at least the illusion of a tidy kitchen. Keep only the necessities on there, like a running grocery list, a dinner party prep list or the latest drawing from your kid.

Old Vitamins and Medicine

Don&rsquot let your medicine and first-aid kits grow out of control. Keep all medical supplies in one area of the kitchen. Check expiration dates and toss past-due pills and prescriptions. Then, inventory any first-aid supplies so bandages, burn cream and antibiotics are easy to find when you need them.

Unused Cookbooks

There are cookbooks with cracked spines and sticky pages that are a testament to just how beloved they are, and then there are pristine, barely read cookbooks in every kitchen. Once a year, take stock of the books you use and the books you don&rsquot. Give away or move out of the kitchen any cookbooks you don&rsquot cook from to make way for more-useful items.


Warning: You Might Be Throwing Out Perfectly Good Food

Don&rsquot let expiration dates confuse you&mdashor allow your favorite snack to go to waste.

Before you toss anything in your refrigerator𠅎xamine the label. Are you throwing it out because it’s past the use-by date or the sell-by date?

These terms on your favorite foods often cause confusion in the grocery store, and you might be wasting perfectly good food because you don’t understand the terminology. The three different dates—“use-by,” “sell-by,” and �st-by”—have different implications for your groceries. A representative at the Institute of Food Technologists released a statement to clarify what each means so you can shop smarter and waste less.

Use-By: This is the date by which you should eat the food. But just because it’s a day or two past the use-by date doesn’t mean that consuming it will make you sick, although quality and safety do decline after this time.

Sell-By: If you’re at the grocery store, and the very last unit of your favorite yogurt has that day’s sell-by date, you can still buy it. This is a date for retailers, and helps them determine how long an item should remain on the shelf. According to the IFT, “one-third of a food’s shelf-life remains after the sell-by date for the consumer to use at home.”

Best-By: This is a quality assurance date, and serves as a “suggestion” for when you should eat the item to ensure that it’s at its peak.

Still concerned your food has gone bad? Consult our handy food storage guide, and find out how long (almost) everything lasts in the fridge, freezer, and pantry.


Assista o vídeo: Fermentos e fermentação aula completa (Dezembro 2022).