<creamy white=" />



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Compre a massa em sua mercearia local ou tente pedir em sua pizzaria favorita, muitas vezes eles venderão a massa para você.

Passos

  1. Pré-aqueça o forno a 500ºC. Retire a massa da pizza da geladeira e coloque no balcão para levar a massa à temperatura ambiente.

  2. Enquanto a massa da pizza atinge a temperatura ambiente, corte a abóbora ao meio no sentido do comprimento e use uma colher para retirar as sementes. Em seguida, corte cada pedaço de abóbora em meia-lua de ¼ de polegada. Corte as pontas da raiz da cebola e fatie-a transversalmente em rodelas de ¼ de polegada de espessura. Remova a casca externa de cada anel e descarte. Descasque e rale bem o alho em um microplano.

  3. Em uma assadeira com borda, misture as cebolas cortadas e a abóbora com 2 colheres de sopa de óleo. Tempere com sal e pimenta. Asse até ficar macio, cerca de 15 minutos.

  4. Enquanto a cebola e a abóbora assam, aqueça a restante colher de sopa de azeite em uma frigideira pequena, até cintilar. Adicione o alho ralado e uma pitada grande de flocos de pimenta vermelha. Mexa para incorporar e imediatamente despeje o óleo em uma tigela pequena à prova de calor. O alho continuará cozinhando com o calor residual do óleo.

  5. Rale o queijo nos orifícios grandes de um ralador de caixa.

  6. Quando a cebola e a abóbora estiverem cozidas, raspe os legumes na tábua de cortar.

  7. Regue a assadeira com óleo e pincele para espalhar. Usando as mãos, estique a massa da pizza para caber na assadeira. Asse até que esteja seco e levemente dourado (para evitar que a crosta fique empapada), cerca de 8 minutos.

  8. Retire a frigideira do forno e pincele toda a massa com o óleo de alho-pimenta. Usando uma espátula de deslocamento, espalhe o Campbell's® Creme de Canja de Galinha sobre a crosta, deixando uma borda de ½ polegada. Espalhe a abóbora, a cebola e a soppressata por cima e polvilhe com o queijo restante.

  9. Asse até que o queijo esteja borbulhante e dourado, cerca de 12 a 15 minutos. Fatie e polvilhe com flocos de pimenta.

Vídeo relacionado

Pizza Branca Cremosa com Abóbora e Sopressata


Nossas 10 melhores receitas de queijo Melty Fontina

Nós amamos queijo fontina. É um queijo delicado, com nozes e derretido. Esta combinação de sabor suave e cremoso e derretimento ideal torna a fontina a escolha perfeita para tantas receitas. Aqui estão alguns dos nossos favoritos.

As 10 melhores receitas de queijo fontina derretido

Aqui está uma comida saborosa de pub tostado, ao estilo italiano. Fatias de presunto e queijo fontina e giardiniera picante são prensadas entre fatias de pão neste sanduíche torrado italiano rápido e fácil.

Fatias de presunto prosciutto e queijo fontina são colocadas sobre os peitos de frango e cobertas com cogumelos salteados. "Isso foi incrível e foi uma refeição impressionante para a empresa", diz Cookin4Fun. & quotO queijo Fontina torna-o especial. & quot

& quotEstes não são os seus pequeninos normais & quot, diz SunnyDaysNora. & quotCarregados com queijos cheddar e fontina, eles são saborosos sozinhos ou mergulhados no seu molho favorito. Eles congelam bem para depois também! & Quot

& quotUma maneira elegante e intensamente saborosa de preparar peitos de frango & quot, diz CHEFSINGLEDAD. & quotPeitos de frango amassados ​​com presunto e queijo fontina defumado, espeto com raminhos de alecrim e marinar (ou não). & quot Joyly80 dá 5 estrelas: & quotIsso foi TÃO bom! a combinação de presunto e fontina era incrível. Tão fácil de fazer - e é lindo! & Quot

Queijo derretido nozes e bacon crocante trazem sabores emocionantes a esta torta de batata. "Minha avó costumava fazer isso com queijo suíço", diz BAREFOOTBLONDE. & quotEu descobri que usar o queijo Fontina adiciona um sabor melhor. & quot

Enrole as tiras de abobrinha com bacon e queijo fontina. & quotEsta receita é INCRÍVEL e foi um grande sucesso na minha festa hoje & quot, diz bluegfluff. & quotEssas foram as primeiras entradas. FANTÁSTICO! & Quot

Peito de frango cozido, queijo fontina ralado e fatias finas de pêra e cebola roxa são colocados em camadas sobre o pão de massa fermentada torrado. “Um sanduíche fácil, mas elegante, você ficará surpreso como é bom”, diz Traci-in-Cali.

Esvazie uma baguete e recheie-a com ovos, bacon, tomates secos ao sol e queijo fontina. & quotPerfeito para brunches do dia do jogo & quot, diz Jill. & quotÉ também uma variação saborosa para adicionar à sua rotação de café da manhã para jantar. & quot


Tigelas de frango do sudoeste de fogão lento

Acho que fiz pelo menos 2 milhões de refeições desde o início da pandemia. Parece que com 4 pessoas em nossa casa, 3 das quais têm trabalhado e estudado em casa, há refeições sem fim para serem feitas. E eu, pelo menos, estou cansada de cozinhar! (Eu sei, eu sei, adoro cozinhar, mas realmente & # 8230 ASSIM. MUITAS. REFEIÇÕES.) Digite estes Tigelas de frango do sudoeste de fogão lento, que salvou o jantar (e minha sanidade) muitas vezes.

Ir para a receita & # 8230


Receitas para harmonizar com vinhos de Abruzos

Abruzzi é uma região montanhosa situada a meio caminho da bota no lado Adriático dos Apeninos. Seu clima quente e seco favorece a uva vermelha nativa Montepulciano. Na região montanhosa ao redor do norte de Abruzzi, Montepulciano uvas são encorpadas, robustas, mas de consumo suave Montepulciano d & aposAbbruzzo, vinhos que costumam ser apimentados e picantes - o que os torna o complemento perfeito para a comida regional e às vezes picante. (Curiosamente, nenhuma uva Montepulciano entra em uma garrafa de Vino Nobile di Montepulciano, o vinho toscano à base de sangiovese mencionado acima. No caso do Vino Nobile, a palavra & quotMontepulciano & quot refere-se apenas à cidade epônima onde as uvas Sangiovese, não Montepulciano são principalmente crescido. Confuso o suficiente?)

O vinho branco crocante e refrescante de Abruzzi é feito de Trebbiano d & aposAbruzzo uvas e vai bem com os frutos do mar tirados das águas do Adriático.

Montepulciano é o servir perfeito para satisfazer a cozinha robusta de Abruzzi. Acompanha na perfeição cordeiro grelhado, lasanha rica com molho de carne picante e costela de porco refogada. Tomates, azeite e pimentão se dão muito bem no clima quente de Abruzzi. O açafrão também é cultivado aqui. Nesta parte da Itália, a massa é principalmente seca e feita de trigo duro. O pecorino é um queijo importante.

Principais vinhos tintos de Abruzos: Montepulciano d & aposAbbruzzo

Principais vinhos brancos de Abruzos: Trebbiano d & aposAbbruzzo

Mais receitas para harmonizar com os vinhos de Abruzos:


Crítica do restaurante Boca: Nick & # 8217s New Haven Style Pizzeria & # 038 Bar

Nunca perca uma mordida! Inscreva-se aqui para receber novas receitas e análises diretamente na sua caixa de entrada.

Você poderia comer fora todas as noites durante um ano inteiro em Boca e nunca ter que ir ao mesmo restaurante duas vezes. Há tantos lugares para comer que é difícil controlar! Tripadviser diz que há 673 restaurantes aqui em Boca! Felizmente, pude experimentar muitos deles ao mesmo tempo durante vários festivais de comida e passeios gastronômicos, mas alguns deles se destacam muito acima dos outros e apenas ter uma amostra de seu menu não é suficiente. Na maioria das vezes, minhas papilas gustativas estão me implorando para voltar para buscar mais!

Nick & # 8217s New Haven Style Pizza & amp Bar é um desses restaurantes. Aprendi sobre Nick & # 8217s há dois anos no Flavours of Boca, quando fui convidado para ser um dos jurados do concurso de culinária. Nick & # 8217s serviram seu linguine com amêijoas e ravióli de Nutella, que todos concordamos como o vencedor da sobremesa da noite. Desde aquela noite, eu estava morrendo de vontade de voltar para Nick & # 8217s e realmente explorar seu menu. Dá para acreditar que demorei mais de dois anos para fazer isso ?!

Denise e eu fomos até o Nick & # 8217s prontos para encher nossas barrigas com muita comida deliciosa. Uma vez que esta foi a primeira vez para nós dois, pedimos ao nosso garçom para fazer algumas sugestões de aperitivos. Ela se entusiasmou com a lula frita, que também veio com abobrinha frita, abóbora e pimenta cereja. Denise e eu somos grandes fãs de lula, então gostamos do som dela. Infelizmente, apesar dos comentários elogiosos do servidor, a lula não correspondeu às nossas expectativas. Parecia simplesmente & # 8230bland. Claro, é uma ótima ideia incluir os outros vegetais, mas eles não nos impressionaram. O molho era o seu marinara médio sem pop. Acho que acabamos de ter tantas outras variações deste prato que realmente nos marcaram, que agora a fasquia está muito alta.

Foi uma boa tentativa de um clássico favorito, mas nada de especial. No entanto, está tudo bem, porque os outros aperitivos que pedimos com certeza feito para isso.

Nick & # 8217s tem algo em seu menu que eu nunca tinha visto antes - Faça sua própria bruschetta! Você pode escolher 3 coberturas diferentes para colocar em cima do pão rústico que foi esfregado generosamente com azeite de oliva. Existem vegetais marinados como pimentos assados, cogumelos e alcachofras, carnes curadas como presunto, salame, capicola e sopressata e muitos queijos diferentes. Claro que você também pode ficar clássico e pedir tomates também (embora isso estranhamente não esteja em nenhuma das listas de ingredientes). Escolhemos berinjela marinada, tomate e parmesão raspado, e foi FANTÁSTICO. O pão estava super crocante com aquele ótimo crocante em cada mordida. Os ingredientes complementaram-se perfeitamente. Eu poderia facilmente ter comido um prato inteiro daquela bruschetta!

Denise escolheu outro aperitivo que eu não teria escolhido, mas estou feliz por ela ter escolhido. Escarola e feijão. Eu já comi isso na sopa antes, mas nunca como um prato de comida real. Eu estava apaixonado! Esta é facilmente uma das minhas novas coisas favoritas e mal posso esperar para tê-la novamente e novamente e novamente. Fatias finas de alho, escarola lindamente refogada, feijão branco cremoso e parmesão ralado, tudo misturado para formar um prato delicioso. Uau, estou ficando com muita fome & # 8230

Agora você não pode ir ao Nick & # 8217s sem comprar pizza. Quero dizer, que tipo de blogueiros de comida seríamos se não experimentássemos seus especiais New Haven Style! (A propósito, se você está se perguntando do que se trata a pizza estilo New Haven, leia a crítica de Denise & # 8217s!) Nick & # 8217s serve sua pizza tradicional, bem como a & # 8220Pizza Flat & # 8221, que é um pouco mais crocante sem crosta externa real. Para sentir o verdadeiro sabor do restaurante, decidimos ir para um de cada. Dividimos nossa pizza em duas para que possamos obter duas combinações diferentes.

Metade era uma pizza branca exclusiva com mussarela, tomate, espinafre e alho e a outra metade tinha cebolas caramelizadas e pimentões vermelhos assados. A crosta fina aguentou bem sob a mussarela e o espinafre, mas empapou um pouco na cebola e na pimenta. Eu realmente não me importei, embora tenha gostado de ambos! Minha parte favorita foram as grandes bolhas de ar crocantes na crosta - eu adoro isso!

Nick & # 8217s é conhecido por sua pizza de mexilhões brancos, de modo que & # 8217s o que ganhamos em nosso Pizza Flat. Assim que dei uma mordida, senti como se estivesse comendo uma tigela de amêijoas cozidas no vapor com molho de vinho branco. Limão e alho, muito parmesão e, claro, amêijoas, cobriram completamente a crosta. A beleza dessa pizza é que as fatias eram menores do que as fatias tradicionais de pizza, então engoli totalmente duas de & # 8217em! Só recentemente comecei meu caso de amor com amêijoas, então quando soube que este era o prato famoso de Nick & # 8217s, fiquei muito animado para experimentá-lo. Não há dúvidas de por que esta é sua combinação de pizza mais popular - é deliciosa!

Você sabe que Denise e eu nunca saímos de um restaurante sem sobremesa, e esta noite não foi diferente. Nick & # 8217s faz todas as suas sobremesas na casa, e eles têm uma grande seleção. Já mencionei o incrível ravioli de Nutella, mas eles também fazem um bolo de chocolate expresso sem farinha, strudel de maçã e sobremesas clássicas italianas como tiramasu e cannollis. Denise estava de olho em uma das bebidas especiais para sobremesas - cappuccino em vez de gelato à sua escolha. Eles têm sorvete de baunilha, chocolate ao leite, pistache ou caramelo com sal marinho. Você consegue adivinhar qual ela escolheu? Caramelo de sal marinho, dã! Você também pode fazer seu próprio refrigerante com o gelato - uma ótima ideia! Mas eu estava com um humor achocolatado, e o Cheesecake de Mousse de Chocolate estava chamando meu nome. Essas delícias vieram à tona após uma refeição saborosa. Nada se compara a terminar uma excelente refeição com um petisco doce.

Nick & # 8217s New Haven Style Pizzeria & amp Bar está localizado em Glades Plaza na 2240 NW 19th Street, Suite 904 em Boca Raton.

Disclaimer: Fui convidado para jantar como hóspede do restaurante. Nenhuma outra compensação foi recebida por esta revisão. Como sempre, todas as opiniões são 100% minhas.


Pasta de ervas com mostarda e alho e # 8211 para grelhados no verão

O churrasco de verão está aqui e a vida está se abrindo novamente, é hora de nos reunirmos com amigos e família, fazer churrascos no quintal e desfrutar de ocasiões especiais que todos nós perdemos tanto!

O Memorial Day está chegando, assim como o Dia dos Pais e # 8217s, e se você estiver planejando fazer churrascos, espero que adicione esta pasta de erva de alho e mostarda com sabor intenso a praticamente tudo o que estiver planejando grelhar.

Ervas frescas são a chave para esta pasta de ervas deliciosa que pode ser feita em um piscar de olhos usando um processador de alimentos e não tenha medo de dobrar ou triplicar esta receita, eu prometo que aumentará seu jogo de grelha!

Usei uma mistura de manjericão, salsa, tomilho e alecrim. Cada erva carrega seu próprio sabor intenso, que combina muito bem com alimentos grelhados, mas sinta-se à vontade para criar sua própria combinação de sua preferência.

Espalhe a pasta de ervas por todo o grelhador e deixe-a repousar um pouco para intensificar.

Pincele tudo sobre vegetais, frango, carne bovina, carne de porco e até peixes, quanto mais, melhor!

Eu uso essa pasta de ervas desde muito tempo atrás, aqui está um post que fiz nove anos atrás, o tempo voa!

Corte algumas ervas e faça esta pasta de mostarda, alho e ervas da próxima vez que ligar a grelha, divirta-se!

  • 2 xícaras de ervas como salsa, manjericão, tomilho e alecrim, mas fique à vontade para usar sua combinação favorita
  • 3 dentes de alho grandes
  • 2 colheres de sopa de mostarda Dijon
  • raspas e suco de 1 limão
  • azeite
  • Sal e pimenta a gosto
  1. Em um processador de alimentos adicione as ervas e o alho e processe, em seguida, adicione as raspas e o suco de limão e finalize com o azeite de oliva até a consistência de uma pasta solta, fácil de espalhar.
  2. Certifique-se de deixá-lo assentar na sua proteína ou vegetal de escolha por pelo menos uma hora antes de grelhar.
  3. APROVEITAR


Mais algumas dicas para a tábua de queijos

  • Prepare sua tábua de queijos 1 hora antes de começar a cavar. Queijo em temperatura ambiente é melhor
  • Corte ou fatie o queijo antes de servir! Isso significa muito menos bagunça e seu convidado não terá que lutar para conseguir o pedaço de queijo que deseja & # 8211 em fatias ou tiras & # 8211 sem cubos!


Mini sanduíches italianos

Agora, a primeira advertência antes de receber uma palestra, este não tem a intenção de ser qualquer tipo de autêntico sub ou hoagie italiano, mas havia uma pizzaria perto do meu apartamento em Biloxi há muitos anos, e eu era viciado em um de seus sanduíches de menu, chamado a Monalisa. Como uma muffuletta, eu poderia pegar uma e comer por dias.

Não me lembro se o restaurante era Sicily's Pizza ou alguma outra coisa que havia naquele prédio antes deles, mas eu realmente amei aquele sanduíche. Não tenho ideia de como ganhou o nome, mas era basicamente composto das carnes básicas que se consideraria estar em um sanduíche italiano clássico, exceto que, em vez de ser temperado com um vinagrete de azeite, era temperado com um molho italiano cremoso.

Apenas por uma questão de conveniência para torná-lo uma "receita", e considerando que é o fim de semana do Super Bowl, eu o escrevi para 12 mini sanduíches, mas é claro que você pode ajustar isso ao seu próprio método de preparação. Para o tipo de pão hoagie oblongo menor, você precisará pedir à delicatessen para fatiar uma fatia para cada sanduíche de queijo provolone, presunto da floresta negra, salame e sua escolha de qualquer corte frio italiano. Usei capolcolo quente em metade dos sanduíches e mortadela nos outros. Para um tipo de pãozinho grande, você provavelmente precisará de 4 fatias de cada um, ou para pãezinhos menores, você provavelmente precisará apenas de meia fatia cada.

Eles seriam um ótimo complemento para qualquer festa, incluindo sua mesa do Super Bowl, se você for grande e fatiar ou fazê-los em pãezinhos menores e individuais, e se você preferir mais uma muffuletta, faça ou pegue um pouco de azeitona salada enquanto você está nisso. Veja como construí-los.

Primeiro pré-aqueça o forno a 400 graus F. para que possamos aquecer os sanduíches e derreter o queijo. Para fazer o sanduíche, usei um pequeno estilo hoagie de rolo oblongo. Use o que quiser. Coloque uma fatia de provolone na metade inferior de cada um dos rolos.

Cubra com uma fatia de um bom presunto. Usei presunto da floresta negra.

Adicione uma fatia de seu tradicional corte frio italiano favorito. Coloquei capocolo quente na metade dos meus sanduíches e mortadela na outra metade, mas escolha o que quiser. Algumas outras boas opções podem ser sopressata, prosciutto ou pancetta, mas gostaria de sugerir apenas uma por sanduíche. Os frios italianos têm um sabor forte, e muitos sabores com o resto das carnes neste sanduíche tendem a ser um pouco opressores para mim.

E por último, cubra com uma fatia de salame.

Coloque as tampas, coloque os sanduíches em uma assadeira, tampe bem e leve ao forno a 400 graus por 10 minutos para aquecer as carnes e derreter o queijo. Parece que esqueci de tirar uma foto dos sanduíches cobertos de papel alumínio, mas você me entende, certo?

Retire do forno, descubra e tempere os sanduíches com tomate fatiado, sal e pimenta, tempero italiano e um fiozinho de molho italiano cremoso caseiro ou comercial.

Cubra com alface picada, azeitonas pretas fatiadas se você gostar (eu gosto!) E regue um pouco mais de molho por cima.

Substitua as tampas dos sanduíches e transfira para uma travessa. Coloque o molho restante em um galheteiro ou garrafa de esguicho para servir à mesa.

Certamente não é tradicional, mas também gosto de adicionar cebolas em conserva à minha. Se você estiver servindo como uma comida de festa, você pode oferecer essas ou algumas fatias finas de cebola crua como acompanhamento para os amantes de cebola - doce, amarela ou roxa são bons.

Receita: Mini Sanduíches Italianos

& # 169 Da cozinha de Deep South Dish

Tempo de preparação: 10 min | Hora de cozinhar: 10 min | Produção: 12 sanduíches

Ingredientes

  • 1 xícara de maionese
  • 1/2 xícara de molho italiano caseiro ou engarrafado à base de óleo, mais ou menos
  • 1 colher de chá de mostarda amarela
  • 1/2 colher de sopa de queijo parmesão ralado na hora
  • 1 colher de chá de flocos de salsa seca
  • Pacote de 12 unidades de mini sanduíches oblongos ou rolos de sanduíche
  • 12 fatias de queijo provolone
  • 12 fatias de presunto defumado da floresta negra para cada uma, mais capocolo quente ou mortadela (ou uma mistura) e salame
  • 6 Roma ou cerca de 3 tomates fatiados, fatiado
  • Sal Kosher e pimenta-do-reino recém-quebrada, provar
  • Tempero italiano, provar
  • 2 xícaras de alface picada
  • 1 xícara de azeitonas pretas fatiadas , opcional

Misture os ingredientes do molho, adicionando molho italiano adicional para diluir conforme desejado.

Pré-aqueça o forno a 400 graus F. Coloque uma fatia de provolone na metade inferior de cada mini roll. Cubra com uma fatia de presunto da floresta negra, uma fatia de capocolo quente ou mortadela e uma fatia de salame. Coloque a superfície dos sanduíches e coloque-os em uma assadeira. Cubra bem com papel alumínio e leve ao forno a 400 graus F por 10 minutos para aquecer as carnes e derreter o queijo.

Retire, descubra e tempere os sanduíches com tomate fatiado, sal e pimenta, tempero italiano, molho italiano cremoso, alface picada e azeitonas pretas com molho adicional. Substitua as tampas dos sanduíches e transfira para uma travessa. Coloque o molho restante em um galheteiro ou garrafa de esguicho para passar na mesa.

Notas do cozinheiro: Pode substituir um molho italiano cremoso comercial, se preferir. Faça-os em rolos maiores ou menores, conforme desejado. Embora não seja tradicional, eu gosto de adicionar cebolas em conserva ao meu sanduíche, mas se você estiver servindo como comida de festa, você pode oferecer essas ou algumas cebolas cruas em rodelas muito finas à parte - doce, amarela ou roxa são bons .

Sanduíches Muffuletta: Prepare com carnes e queijos como acima, exceto adicionar uma camada fina de salada de azeitona caseira ou comercial no fundo dos rolos de sanduíche. Cubra com outra camada fina de salada de azeitonas. Omitir o molho italiano e vestir se desejar com maionese, mostarda, alface e tomate. Sirva imediatamente.

Verifique essas receitas também para vocês!

Imagens e conteúdo completo da postagem, incluindo receita e # 169Deep South Dish. As receitas são oferecidas apenas para seu uso pessoal e, embora fixar e compartilhar links seja bem-vindo e encorajado, não copie e cole para repassar ou republicar em outros lugares, como outras páginas do Facebook, blogs, sites ou fóruns sem permissão prévia explícita. Todos os direitos reservados.


8. Pi Pizzeria

Várias localidades

Mais de uma década depois, o mago de marketing Chris Sommers e o co-fundador Frank Uible transformaram esta joia local de uma novidade querida em uma favorita venerável. É um dos raros locais que poderiam fazer parte da lista de Melhores Pizza mais de uma vez, com duas escolhas sólidas: a crosta de fubá de prato fundo (não exatamente no estilo Chicago) e a crosta fina e crocante de cracker (não exatamente no estilo St. Louis )


Comida favorita de Florença

Comer em Florença é divertido, especialmente quando há vinho envolvido. Combinamos esses panini com vinho na Semel, uma lanchonete clássica em frente à cidade e rsquos Mercato di Sant & rsquoAmbrogio.

Depois de comer a melhor comida em Florença em restaurantes, mercados e na rua em três visitas distintas, nós finalmente estamos prontos para compartilhar nossas escolhas de alimentos e bebidas imperdíveis que todos os viajantes devem experimentar pelo menos uma vez em pessoa. Talvez duas vezes.

Continue lendo para descobrir nossos pratos favoritos de Florença e o que você precisa comer durante a sua visita.

Pratos Clássicos de Florença

Planeje comer bem em Florença. Comemos este Bistecca di Maiale preparado de forma clássica no Trattoria Mario.

Florença é uma das grandes cidades gastronômicas de toda a Itália. Enquanto seus pratos exclusivos, o Haven & rsquot, alcançaram a fama global de pizza napolitana ou massa romana, a cidade se especializou em uma variedade de comida toscana clássica que pode ser menos familiar para muitos, mas igualmente satisfatória para a maioria.

Recomendamos começar com os seguintes pratos clássicos:

1. Bistecca alla Fiorentina

A nossa Bistecca Fiorentina da Osteria Santo Spirito foi preparada de forma clássica e vendida ao quilo.

Embora a Bistecca Fiorentina seja de longe o prato mais famoso servido em Florença, não é para todos. No entanto, este pedaço de bife seco da Toscana é o prato número um de Florença para carnívoros com um orçamento saudável e apetite saudável - de preferência com uma garrafa ou, melhor ainda, uma garrafa de vinho tinto da Toscana.

Não é uma fatia típica de bife, a Bistecca Fiorentina é bem cortada, servida com osso e grelhado na chama, com uma parte externa carbonizada e mal passada (alguns diriam crua) no centro. A própria carne vem de vacas Chianina brancas alimentadas com pasto, criadas nas colinas da Toscana e seu preparo simples envolve sal, pimenta e fogo.

Depois de de alguma forma perder Bistecca Fiorentina durante nossas duas primeiras visitas, comer bife florentino foi nossa prioridade durante nossa visita mais recente. Alcançamos esse objetivo na Osteria Santo Spirito e ficamos tentados a realizá-lo novamente na Trattoria Mario.

Carbonizado por fora e temperado com sal e azeite de oliva, nosso quilo e meio bife florentino era grande o suficiente para dividir, mas não tão grande a ponto de sobrar. Aparentemente, era do tamanho certo.

Alguns americanos, que preferem um centro mais rosa, podem não amar a forma como a autêntica Bistecca Fiorentina é preparada. No entanto, dizemos quando em Roma, ou neste caso Florença e Hellip

2. Ribolita

Concordamos em discordar quanto ao fato de essa tigela de Ribolita ser mais parecida com guisado do que com sopa. Wew concordou que o gosto era bom de qualquer maneira.

Apesar do status de Florença e rsquos como uma capital cultural, muitos dos melhores pratos da cidade e rsquos têm raízes humildes. Alguns dos melhores pratos se encaixam na categoria de comida de pover de cucina (ou seja, cozinha pobre) e remontam à época em que os camponeses italianos cozinhavam de forma criativa, devido aos recursos limitados.

Ribolita, uma sopa à base de pão, é um desses pratos.

Diz a lenda que os camponeses florentinos cozinhavam Rioblita séculos atrás, recolocando pão velho e adicionando feijão cannellini, repolho, couve e quaisquer vegetais que estivessem à mão. Nonnas e chefs continuaram a tradição de usar o pão do dia para criar este prato clássico em casas e restaurantes pela cidade.

Onde comer ribolita em Florença
A maioria das trattorias serve Ribolita em Florença. Recomendamos pedir várias tigelas para encontrar a sua preferida.

3. Pappa al Pomodoro

Se houvesse uma versão para sopa de pizza, seria Pappa al Pomodoro. Pelo menos isso é o que pensamos quando atacamos esta versão em vermelho brilhante.

Os camponeses florentinos claramente tinham acesso imediato a muito pão dormido, como evidenciado por Pappa al Pomodoro, uma sopa que tinha o pão como ingrediente principal. No entanto, ao contrário da Ribolita, esta sopa vermelha rica em amido adiciona tomates, bem como manjericão, alho e azeite.

Nós não estamos reclamando. Nós comemos sopa em todo o mundo e Pappa al Pomodoro é um dos nossos favoritos, seja ele servido bem quente no inverno ou refrescante no verão.

Onde comer Papa al Pomodoro em Florença
A maioria das trattoria serve Papa al Pomodoro em Florença. Você pode encomendá-lo como um primi (ou seja, entrada) em vez de uma salada.

4. Lampredotto Panini

Daryl comeu este Lampredotto Panino carregado no I Trippaio Fiorentino. Não se preocupe com Mindi ... ela estava guardando espaço para a próxima refeição.

A maioria dos americanos não gosta de miudezas. Nós entendemos isso. Enquanto Daryl adora todas as partes desagradáveis, Mindi não é uma fã. No entanto, comer Lampredotto (ou seja, estômago de vaca) é uma obrigação para todos que podem estômago comer carne tenramente cozida do quarto estômago da vaca.

Além disso, é mais um prato florentino criado por camponeses que resistiu ao teste do tempo.

Multidões fazem fila em Lampredotto pela cidade.

Embora os viajantes possam pedir Trippa alla Fiorentina nos restaurantes de Florença, a opção mais segura para quem está apreensivo é pedir um Lampredotto Panino de um vendedor de rua. Aninhado dentro de um pãozinho macio e coberto com salsa verde picante, a carne cozida lentamente é fácil de estômago e divertido para comer em qualquer lugar.

Comer um Lampredotto Panino é uma proposta de baixo risco. Além de ser um clássico da Toscana, também é um alimento básico de Florença.

5. Pate di Fegato

O patê di Fegato pode não ser o prato florentino mais bonito, mas o patê de fígado de frango é um dos mais saborosos. Combinamos esta porção saborosa com crostini quando comemos no Club Culinario Toscano.

Pate di Fegato atravessa o abismo entre a comida camponesa e a culinária de luxo.

Mais rústico do que foie gras, este p & acirct & eacute de fígado de frango florentino é defendido por fazendeiros e pela nobreza há séculos. A única coisa confusa sobre comer Crostini coberto com Pate di Fegato em Florença é a semântica.

Alguns cardápios de Florença chamam o prato de Crostini di Fegatini, enquanto outros o chamam de Crostini Neri ou mesmo Crostini Toscani. Não nos importamos com o que ele chama. Se o saboroso prato feito com fígado de frango, alcaparras e pasta de anchova foi bom o suficiente para Catarina de M & eacutedici, então ele & rsquos bom o suficiente para nós também.

Onde Comer Pate di Fegato em Florença
A maioria das trattorias e enotecas servem o Pate di Fegato em Florença. Os melhores combinam o saboroso p & acirct & eacute com Crostini.

6. Tagliere

Em Florença, um tagliere funciona como uma tábua de cortar e um saboroso lanche aperitivo. Comemos esta pasta simples, mas substancial, durante nosso jantar Cesarine.

Pedir um Tagliere resolve a difícil escolha entre combinar vinho com queijo ou charcutaria durante uma sessão de aperitivo em Florença. Embora a palavra tagliere literalmente se traduz para tábua de cortar, a clássica versão enoteca vem coberta com queijo e charcutaria.

Pranchas típicas incluem salames florentinos como Finocchiona e Lardo di Colonnata, bem como outros favoritos italianos como Prosciutto, Mortadella e Sopressata. Queijo, azeitona e feijão canelini transformam a seleção de carnes em uma festa no prato. Ou, devemos dizer, uma festa em um tagliere.

Onde comer tagliere em Florença
A maioria dos enotecas serve Tagliere em Florença. Alternativamente, você pode comprar todos os ingredientes nos mercados locais e criar um Tagliere em seu apartamento ou quarto de hotel.

Massa

É fácil encontrar macarrão em Florença. Encontramos este Ravioli de Carne na Trattoria Mario.

É um fato bem conhecido que os chefs italianos se destacam na preparação de pratos de macarrão. Chefs de Bolonha e rsquos fazem tortellini à mão e sufocam tagliatelle com ragu, enquanto chefs romanos preparam Cacio e Pepe e Carbonara com massas como linguine e bucatini.

Se você está se perguntando que tipo de massa comer em Florença, recomendamos começar com os seguintes pratos:

7. Macarrão com Trufas

Comemos este generoso prato de Umbrichelli Salsiccia e Tartufo Nero no Club Culinario Toscano. A quantidade de linguiça fresca e trufa preta raspada era uma vergonha para as riquezas.

Em grande parte do mundo, raspar a trufa em cima da massa é uma coisa decadente de se fazer. Em Florença, ele chamava jantar. A tradução real de Brigadeiro em italiano é tartufo mas você sabe o que queremos dizer. Caso contrário, veja abaixo para aprender mais sobre as trufas italianas.

Qualquer pessoa que adore trufas frescas vai querer comer macarrão com trufas quando as caras joias pretas e brancas estiverem na estação. Não éramos exceção a essa regra.

Enquanto muitos optam por combinar trufas com taglioni, nós comemos um prato com umbrichelli, um macarrão ultra-grosso e linguiça fresca no Club Culinario Toscano. Foi uma boa escolha que incluiu lascas de trufas suficientes para satisfazer nosso desejo até nossa próxima viagem à Itália.

8. Gnudi

Encontramos esses Gnudi e seu amigo ravioli perdido no Mercato di Sant & rsquoAmbrogio.

Encontramos Gnudi pela primeira vez durante nossa experiência de comida caseira Cesarina em 2018. Entre goles de vinho e vários petiscos, aprendemos a cozinhar o ravióli nu do zero antes de comê-lo coberto com molho de manteiga de sálvia.

Também soubemos que o Gnudi se originou em Sienna, a menos de 80 quilômetros de Florença.

Gostávamos de fazer esses Gnudis quase tanto quanto gostávamos de comê-los.

Basicamente, os gnudis são nhoques toscanos feitos com espinafre e ricota. O nome se refere ao fato de que os bolinhos lembram o interior de um ravioi sem a casca externa. A palavra gnudi traduz-se vagamente para nu.

Onde comer gnudi em Florença
A maioria das trattorias serve Gnudi em Florença. Outra opção é comprar Gnudi fresco em um mercado local se você precisar ficar em um apartamento com cozinha.

9. Tagliatelle Funghi Porcini

Comemos este prato delicioso de Tagliatelle Funghi Porcini no Buca dell & rsquoOrafo.

Embora muitas pessoas viajem para a Itália no verão, preferimos a Itália durante os meses de outono, quando o clima é mais fresco e as multidões são mais esparsas. Quem estamos enganando? O outono é a melhor época para comer cogumelos porcini e trufas.

Quem pensou em adicionar porcini à massa foi um gênio. Forrageado nas florestas locais, o fungo carnudo adiciona um toque de terra umami às massas e outros pratos. No entanto, o verdadeiro gênio acrescentou trufas à mistura em um prato chamado Tagliatelle Funghi Porcini e Tartufo. Essa combinação de lascas de macarrão, porcini e trufas é nada menos que divina.

Onde Comer Tagliatelle Funghi Porcini em Florença
A maioria das trattorias serve Tagliatelle Funghi Porcini em Florença durante os meses de outono. Quando você vê-lo em um menu, faça o pedido!

Florença comidas baratas e comida de rua

Marco Paparozzi nos deu as boas-vindas a Semel, uma das melhores lojas de panini de Florença e rsquos que também é um dos melhores locais de comida barata da cidade.

Supondo que você não compre Bistecca Fiorentina, você pode comer bem na maioria das trattorias de Florença sem quebrar o banco. Um truque é pular o secondi (ou seja, o prato principal) e economize espaço para um sorvete de casquinha após o jantar. Outra é pedir vinho da casa em vez de uma safra específica.

No entanto, percebemos que pode haver momentos em que você queira comer um lanche rápido e barato, o que não acontece em uma trattoria. Recomendamos as seguintes opções de restaurantes baratos em Florença para esses horários:

10. Panini

We ate this panino at Semel near the Mercato di Sant&rsquoAmbrogio. It was filled with anchovy, fennel and sliced orange.

Don&rsquot judge us but panini was the first food we ate after arriving in Florence.

We had just enjoyed cappuccinos at Ditta Artigianale and needed a little something-something to tide us over until a late lunch. The panini at Semel drew us in like moths to a flame.

Semel&rsquos panini are compact sandwiches that pack protein inside Tuscan bread. More than just salami and cheese, these proteins include delicacies like herring, anchovies, roast pork and tuna. Added extras like fennel, truffle and figs elevate the Italian sandwiches to the next level

Since each panino only cost &euro4 at the time of our visit, we paired our sandwich duo with glasses of wine. At a total cost of &euro10 for two panini and two glasses of wine, we considered the snack break to be both a tasty treat and a cheap eats win.

Where to Eat Panini in Florence
All&rsquoantico Vinaio, I Due Fratellini, Panificio Brunori and Semel

11. Crostini

We ate these tasty anchovy-topped Crostini at Enoteca Bellini.

Aperitivo is one of the many reasons why we love Italy in general and Florence in particular. Not only does an aperitivo session involve winding down after a busy day, but it also provides the opportunity to pre-game dinner with liquid libations and salty snacks like Crostini.

Don&rsquot be confused by Crostini&rsquos literal translation to brinde. This aperitivo staple comes adorned with toppings like Pate di Fegato (see above), anchovies, cured meat, cheese and sun-dried tomatoes.

Crostini in Florence can be topped with an assortment of ingredients. Here, it&rsquos topped with Lardo diCcolonnata, a specialty of the region.

Eaten by peasants back in the days of cucina povera who used stale Tuscan bread and whatever food was on hand, typical modern Crostini are simple, affordable and fun to eat. Consider ordering a couple varieties and pair them with wine. At least that&rsquos what we like to do when we enjoy aperitivo in Florence.

Where to Eat Crostini in Florence
You can find Crostini at most enotecas in Florence. We recommend starting evenings in Florence at spots like Enoteca Bellini, Il Santino, La Casa del Vino e Le Volpi e L&rsquoUva.

12. Schiacciata

A Schiacciata in the hand is almost as good as one in the mouth which is where this &lsquosmashed&rsquo bread from Vecchio Forno eventually landed.

Although Schiacciata literally translates to smashed, its flat shape is just half of the the focaccia-like bread&rsquos story. The other half is the delightfully simple flavor derived from salt and olive oil.

Some people pile on meat and/or cheese to create sandwiches while others (like us) are happy to eat Schiacciata straight out of a wood-fired oven. Then there are those who prefer the dessert version. Learn more about Schiacciata con l&rsquoUva below.

Where to Eat Schiacciata in Florence
You should be able to find Schiacciata at bread bakeries like Forno Pugi e Vecchio Forno all over Florence.

13. Pizza

We ate this Neapolitan pizza at Duje. The pizzeria formerly occupied the space formerly occupied by Santarpia.

Based on the number of Florentine pizzerias serving Neapolitan pies, Florentines clearly share our love for Neapolitan pizza. While we approve of their passion, we are yet to find amazing pizza in Florence.

After eating decent Neapolitan pizza at Florence&rsquos Il Pizzaiuolo years ago and more recently at Duje (formerly Santarpia and currently Largo9) in late 2020, we wish we&rsquod eaten pizza at Berbere instead. We loved Berbere&rsquos pies in both Bologna and Verona during previous visits to the boot.

Where to Eat Pizza in Florence
Manage your expectations when you eat pizza in Florence. While it will likely be better than pizza in you hometown, it wont be as good as pizza in Naples or even Rome. Berbere is probably your best pizza option in Florence but you could try Il Pizzaiuolo ou Largo9 if you&rsquore set on eating Neapolitan pies.

14. Fiori di Zucca Ripieni

We ate this crispy, golden plate of Fiori di Zucca Ripieni at Buca dell&rsquoOrafo.

Fiori di Zucca Ripieni literally means stuffed squash flowers and that&rsquos exactly what this dish is. However, unlike most dishes involving flowers, Fiori di Zucca Ripieni actually tastes good.

In Florence, squash, or in this case zucchini, is sold with blossoms attached.

Flowers always look so appetizing yet often disappoint us with their vegetal, bitter flavors. Italian chefs solve this problem by frying seasonal squash blossoms before filling them with creamy, fatty ricotta.

In our opinion, it&rsquos the best way to eat squash blossoms.

Where to Eat Fiori di Zucca Ripieni in Florence
Most trattorias serve Fiori di Zucca Ripieni in Florence during the autumn months and beyond. Order it as a primi when you see if on a menu.

15. Brunch

Culinary worlds collided when we ate this plate topped with Nduja Chili Eggs at Melaleuca.

Brunch is a global phenomena that&rsquos made its way to Florence along with Ramen and Mexican food. It&rsquos also a great way to kick off a day of touring in Florence.

We discovered the city&rsquos best brunch spot, Melaleuca, by accident. We originally walked to the charming cafe for flat whites and returned to eat Nduja Chili Eggs and a heaping pile of American-style Pancakes a few days later. We should also mention that Melaleuca has amazing cinnamon buns. (The owner was raised in Florida.)

Where to Eat Brunch in Florence
While you could happily start your day with coffee and a coronet Ditta Artigianale, Melaleuca is your best bet for full-on brunch.

Local Products

Meat eaters won&rsquot want to miss Luca Menoni at Mercato Sant&rsquoAmbrogio. Not only is it the oldest butcher in Florence, but Luca Menoni&rsquos meat quality is also outstanding.

While many travelers think about leather gloves and gold jewelry when they think about local products in Florence, food travelers know that food products are the city&rsquos real gems. Accordingly, trips to indoor and outdoor stalls at markets like Mercato Sant&rsquoAmbrogio should be part of any trip to Florence.

While you&rsquoll likely want to eat EVERYTHING in Florence, be sure to try the following local products first:

16. Cured Meat

We could happily eat Finocchiona like this every day in Florence.

Italy is a wonderland when it comes to cured meat. Tuscany&rsquos Finocchiona, dry-cured salame with fennel, is often the star of a Florentine Tagliere but it&rsquos just one of many meaty morsels to try.

Although the best Tuscan cured meat is produced outside of Florence, local butchers and shops sell options like Lardo di Colonnata, Prosciutto Toscano and, of course, Finnochiona to the masses. Try them all to find your favorite. You can easily guess which is ours. Hint &ndash It almost rhymes with Pinocchio.

Where to Buy Cured Meat in Florence
Butchers, food markets and even grocery stores sell excellent cured meat in every Florence neighborhood.

17. Cheese

Pecorino Toscano is one of the most typical cheeses to eat in Florence.

If you&rsquove eaten Pecorino Tuscano, then you&rsquove eaten cheese produced in Florence&rsquos region.

The signature sheep&rsquos milk cheese is sold all round the world. But, as is the case with many food products in Italy, Pecorino is best eaten in Tuscany where it&rsquos produced in a multitude of ways and occasionally studded with truffles and walnuts.

You&rsquoll want to start your Florence cheese crawl with Pecorino Toscano since it&rsquos the local cheese royalty. Although famous Pecorinos are produced in areas like Sienna and Pienza, you can taste them in Florence during your crawl.

Where to Buy Cheese in Florence
Florence has a plethora of cheese shops though local markets and chain grocery stores like Conad and Coop also sell interesting cheese options.

18. Pane Toscano

Florence&rsquos Pane Toscano is great for sandwiches and recipes. We ate this slice at Trattoria Mario with our lunch.

Pane Toscano sounds fancy but, as it turns out, Tuscan bread is fairly flavorless due to the lack of salt in its recipe. This omission dates back centuries and is both traditional and typical. However, don&rsquot rule Pane Toscano out in your exploration of food in Florence.

Not only is Pane Toscano a key ingredient in dishes like Ribolita and Pappa al Pomodoro, but it&rsquos also a great vessel for olive oil, meat and cheese. However, if you crave salt in your bread, there&rsquos always Schiacciata.

Where to Buy Pane Toscano in Florence
Florence bakeries and markets sell Pane Toscano. You may want to try a slice or two at a restaurant before buying a loaf.

19. Truffles

Our eyes bulged when this black Truffle beauty arrived at our table during our dinner at Club Culinario.

You&rsquoll find truffles all over the North of Italy. The most famous are from Alba in Piemonte though we hunted for truffles in the Bologna province before eating them at a local festival in Savigno. Closer to Florence, hunters forage for truffles in Tuscan towns like San Giovanni d&rsquoAsso and San Miniato.

We get that not everybody loves the earthy fungus. We also get that not everybody can afford its luxury price tag. But those who do won&rsquot want to miss the indulgence during any autumnal trip to Florence.

Where to Buy Truffles in Florence
Specialty shops like Procacci sell truffles as well as truffle products including truffle honey, truffle oil and truffle salt.

Florentine Desserts

We tasted these chocolate tartlets at Pasticceria Nencioni as part of our dessert research in Florence.

Finding bakeries in Florence isn&rsquot difficult&hellip they&rsquore everywhere. When faced with a dizzying array of some of the world&rsquos best desserts, knowing what to order is an entirely different story.

While the ordering challenge will be real no matter how much advance research you do, choosing one or more of these local dessert favorites is a good place to start:

20. Schiacciata all&rsquoUva

This Schiacciata all&rsquoUva slice at Trattoria Mario provided a sweet ending to our auspicious meal.

Schiacciata all&rsquoUva is Schiacciata&rsquos dessert cousin with wine grapes and sugar added to the savory smashed bread&rsquos recipe&hellip but the recipe doesn&rsquot stop there. Baking Schiacciata all&rsquoUva involves filling two layers of bread with grapes and adding more on top.

Dica Profissional
Most Schiacciata all&rsquoUva have grape seeds but you can find seedless version if the seedy crunch bothers you.

Once baked, the jammy pastry is moist and satisfying without being cloyingly sweet. It&rsquos yet another reason to visit Florence in the autumn months since that&rsquos when grapes are harvested.

Where to Eat Schiacciata all&rsquoUva in Florence
Bakeries sell slices of Schiacciata all&rsquoUva all over the city during the autumn. Be sure to try a slice at a bakery like Forno Pugi if your visit coincides with the harvest months (i.e. September and October).

21. Bomboloni

We paired this Nutella-filled Bombolone with coffee at Ditta Artigianale.

Bomboloni are Italy&rsquos version of the Berliner which is Germany&rsquos version of the filled doughnut which is Austria&rsquos version of&hellip you get the point. Bomboloni, which are commonly found at Italian cafes, can be filled with cream or jelly and are often found in the same case as Cornettos, Italy&rsquos version of France&rsquos Croissant.

While we typically wouldn&rsquot eat American-style donuts in Italy, we were more than happy to eat a terrific Bombolone at Ditta Artigianale in Florence. After all, Bomboloni were invented in Tuscany and Florence is in Tuscany. Using this logic, not eating a Bombolone in David&rsquos city would simply be wrong.

Where to Eat Bomboloni in Florence
While we can personally vouch for Ditta Artigianale&rsquos Bombolini, most cafes and pasticceria in Florence include Bomboloni on their menus.

22. Gelato

This gelato cone at Procopio was our first but not our last in Florence.

Gelato is proof that desserts don&rsquot need flour or eggs to taste divine. Italy&rsquos version of ice cream accomplishes this feat with milk, cream, sugar and a range of fresh fruits and nuts.

Sure, you can eat great gelato in Italian cities like Bologna, Naples, Rome, Venice and Verona, but there&rsquos nothing like licking cones in the city where modern gelato may have been invented by either Bernardo Buontalenti or Cosimo Ruggieri centuries ago.

Given the historical implications, it would be wrong to travel to Florence and not eat gelato every day during your visit. That&rsquos our story and we&rsquore sticking to it.

Where to Eat Gelato in Florence
Florence has numerous gelato shops. Il Procopio e My Sugar are two of our favorites.

23. Budino di Riso

This Budino di Riso provided an afternoon pick-me-up when we ate it at Pasticceria Nencioni.

Although its name translates to rice pudding, this Tuscan dessert is actually a tart with a rice pudding center and a shortcrust pastry exterior. Beyond rice, the Budino di Riso recipe includes wholesome ingredients like butter, cream, eggs, milk and sugar. Lemon zest, the final ingredient, provides extra zip and zing.

Locals eat these rice-based tarts with coffee in the morning, with tea in the afternoon and with sweet wine at dessert. You can eat your Budino di Riso whenever you desire a sweet treat.

Where to Eat Budino di Riso in Florence
Most pastry shops in Florence include the Budino di Rison in their pastry roster.

24. Zuccotto

We couldn&rsquot resist ordering this chocolate-filled Zuccotto at Trattoria Mario when we spotted it on the menu.

The Zuccotto has a long and storied history in Florence that dates back to the 16th century.

Some stories link the trifle-like dessert to Bernardo Buountalenti, the Florentine architect who may have invented modern gelato. Other stories claim that the dessert was named after a pumpkin (i.e zucca) even though pumpkin isn&rsquot a Zuccotto ingredient. Then there are the stories that link the Zuccotto&rsquos shape to Florence&rsquos majestic Duomo.

While we don&rsquot know if any or all of these stories are true, we do know that the Zuccotto is a tasty dome-shaped sponge cake with tasty fillings like ricotta, whipped cream, chocolate and even gelato. It reminds us of Emilia-Romagna&rsquos Zuppa Inglese in a good way.

Where to Eat Zuccotto in Florence
It&rsquos surprisingly difficult fo find Zuccotto at restaurants in Florence. Order it for dessert if you see it on a menu.

25. Cantuccini

These Cantuccini tasted especially good since we helped to bake them.

Don&rsquot feel bad if you confuse Cantuccini with Biscotti when you see or taste the crunchy almond cookies for the first time. Baked twice in the oven, the oval sweets are technically Biscotti even though Florentines have been calling them Cantuccini for centuries

What&rsquos not confusing is how to eat Cantuccini in Florence. Locals ritualistically dip them into sweet Vin Santo wine both to soften the hard cookies and to make them taste even better. See below for more about Vin Santo. You should do the same.

Where to Eat Cantuccini in Florence
You won&rsquot have to look hard to find Cantuccini in Florence. You should be able to buy fresh cookies at bakeries and bagged cookies at food stores unless you&rsquod rather eat them at restaurants or cafes.

Drinks

Semel had our numbers (8 and 19) with this clever wine holder at the cosy sandwich shop.

Drinking in Florence is fun. This is a city where you can consume caffeine all day long and sip potent potables until the wee hours of the night.

We&rsquove got you covered whether you&rsquore a coffeeholic, wine enthusiast or cocktail connoisseur with the following drink options:

26. Coffee

Ditta Artiginale was our gateway to modern coffee in Italy.

Italy is in a class of its own when it comes to coffee. The country has the oldest operating coffee shop (Caffè Florian) in Venice and gets credit for both espresso and the moka pot. There&rsquos an art to ordering and drinking the muddy brew that we fully respect, though we can only drink so much classic dark-roasted Italian espresso.

Luckily, Florence has a healthy mix of historic and modern cafes. This is a city where you can drink either hand-pulled espresso shots or handcrafted flat whites depending on your personal coffee style. We drink both but skew toward the latter.

Where to Drink Coffee in Florence
Florence has a multitude of classic cafe like Caffè Concerto Paszkowski and modern cafes like Ditta Artigianale. We recommend experiencing both.

27. Wine

We clinked our glasses and said &ldquoSaluti&rdquo before drinking these glasses of Brunello di Montalcino at Enoteca Bellini.

Chianti is typical local wine produced with Sangiovese grapes in the Chianti region, just 25 miles from Florence. But it&rsquos just one of many wines produced in Tuscany, one of Italy&rsquos premiere wine regions.

Dinking local wine in Florence starts with Chianti and continues with a parade of glasses filled with Brunello di Montalcino and Super Tuscans. Plan to drink wine at lunch and dinner as well as at bars and cafes.

It&rsquos almost always wine o&rsquoclock at enoteche in Florence.

You can even take a wine tour in the Tuscan hills if you have time. However, there&rsquos nothing wrong with sipping wine at a local enoteca. In fact, doing so is a must.

Where to Drink Wine in Florence
Everywhere

28. Vin Santo

We dipped our homemade Cantuccini into these glasses of Vin Santo.

Vin Santo&rsquos history involves monks and the plague.

Today, however, the holy wine is a dual purpose beverage enjoyed by everybody. Not only do Tuscan locals sip the nutty, sweet, late-harvest wine as a digestif, but they also dip Cantuccini cookies into the amber elixir. We approve of both of these purposes.

Where to Drink Vin Santo in Florence
Vin Santo is easy to find at restaurants and bars around the city. It&rsquos also readily available at liquor stores and grocery stores if you want to buy a bottle as an edible souvenir or gift.

29. Negroni

Drinking a Negroni in Florence is a must for both history buffs and cocktail fans.

While you can drink a Negroni at bars around the world, there&rsquos nothing like drinking the classic cocktail in the city where it was invented.

According to Italian folklore, Florentine bartender Forsco Scarselli invented the Negroni in 1919 when Camilo Negroni requested an Americano with gin instead of club soda. With the addition of an orange twist, a cocktail icon was born.

We recommend pairing Negronis with Crostini and other aperitivo classics. Then again, you can also sip stiff Negronis at Florence cocktail bars later at night.

Where to Drink Negronis in Florence
Most cocktail bars, enotecas and even cafes have the three Negroni components &ndash Campari, gin and vermouth &ndash on hand. You should be able to order the iconic cocktail at any or all of them.