Novas receitas

Pão caseiro com batata

Pão caseiro com batata


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Descascamos as batatas, lavamos, cortamos em cubos e fervemos em água fria com sal.

Depois de fervidos, escorra-os da água (não se esqueça de reservar 75 ml da água da fervura) e coloque em uma tigela, acrescente a manteiga e passe por purê.

Esfregue o fermento com o açúcar até liquefeito, depois dilua com leite morno (NÃO quente) e adicione o fermento na tigela de batata.

Deite farinha até ficar com a consistência de um creme de leite, tampe e deixe levedar 10 minutos.

Após este tempo, adicione o suco de batata, a farinha e amasse, tampe a tigela e deixe levedar por 15-20 minutos.

Coloque papel de parede em uma assadeira com papel manteiga (ou unte com manteiga) e coloque a massa, cortei e deixei tampada novamente por mais 10 minutos.

Aqueça o forno a 180 graus e coloque na bandeja por 30 minutos.

Pouco antes de assar o pão, retire-o do forno, unte-o com a gema misturada com um pouco de leite e leve ao forno.




Pão caseiro com batata

O fermento é bom, fresco e congelado no freezer (em saco de náilon), onde pode ser armazenado por muito tempo (8 a 10 meses e até mais). Se necessário, retire a quantidade necessária, que é mantida na cozinha por 2-3 horas para descongelar e aquecer, em seguida, teste sua capacidade de fermentação.

Esfregue o fermento com uma colher de chá de açúcar até que se liquefaça e deixe 20-30 minutos mais perto da fonte de calor se durante esse tempo inchar como uma espuma e aumentar seu volume, isso significa que pode ser usado para qualquer preparo, como fermento fresco. Use cerca de 25% a mais de fermento congelado, como precaução, para aumentar seu poder de fermentação.

As batatas bem lavadas são fervidas em água a ferver com um pouco de sal durante cerca de 30 minutos e, quando o garfo penetra facilmente, escoam a água. Descasque uma abóbora, rale e esprema o sumo, se forem poucos (se forem vários passe-os pelo picador), enquanto ainda estão quentes (caso contrário, ficam pegajosos).

Em uma tigela de 3 litros, esfregue o fermento com uma colher de chá de açúcar ralado até liquefeito. Diluir com 100 ml de água morna e adicionar as batatas, 100 g de farinha e a maionese do pão anterior (se houver). Bata bem com uma colher para misturar, polvilhe com farinha, cubra com um guardanapo e deixe crescer por cerca de 30 minutos, próximo à fonte de calor. Quando crescer mais uma vez, acrescente o sal, cerca de 1/2 1 de água morna e o resto da farinha. Misture com uma colher, depois amasse à mão (com os punhos cerrados), cerca de 20 minutos, sempre trazendo (dobrando) a massa da borda para o meio, para incorporar o máximo de ar possível que se expandirá ao assar e, junto com a o dióxido de carbono resultante da fermentação (que se expande quando assado) aumenta a massa. Adicione mais água, conforme necessário (da quantidade restante), para que a massa não fique muito pegajosa (pode ser amassada facilmente) para que cresça melhor.

A massa não deve ser muito mole, mas deve manter sua forma, caso contrário, ela fluirá quando o pão for moldado. Depois de amassar por 5 minutos, pode-se avaliar se e quanto líquido é necessário, levando em consideração que ao fermentar a massa amolece um pouco, principalmente quando é preparada com batata. Se o pão for preparado a partir de uma quantidade maior de farinha, a amassadura demora mais, ou seja, até se formarem bolhas de ar (resultantes da amassadura) e a massa sair à mão.

A massa amassada é deixada coberta, em local mais quente, para crescer até dobrar de volume (cerca de 30 minutos) após o qual, é amassada por mais 2-3 minutos, a fim de melhor estimular a atividade do fermento e é permitido crescer de novo. No total (se todas as condições forem boas), o pão coze por cerca de uma hora. Nem a maionese nem a massa amassada crescem mais do que o necessário.

Quando começar a amassar, faça o fogo no forno de tijolos, para queimar no mínimo 1 1/2 horas, no máximo, se a fonte de calor for gás metano e cerca de 2 horas, se o fogo for de lenha. Só neste forno é possível fazer autênticos pães caseiros, assados ​​diretamente na lareira, com um sabor específico. O forno é testado, se está bem aquecido, jogando uma colher de chá de milho no fogão (limpo das brasas, no caso da lenha) se acende instantaneamente, significa que está suficientemente aquecido. A porta do forno fecha, permitindo que todos os tijolos aqueçam por igual.

Durante esse tempo, a massa é jogada na mesa polvilhada com farinha e dividida em pedaços, conforme desejado. Cada peça é passada na farinha, tendo a forma redonda ou alongada, e depois colocada sobre um guardanapo, em uma cesta de junco, preparada especificamente para esse fim, ou em uma prancha especial, com barras na borda, como se fosse uma sarjeta, e coberta com um pano com farinha, deixando crescer por 20-30 minutos. Polvilhe a pá de pão com farinha (alise com a palma), coloque com cuidado um pão levedado sobre ela e leve ao forno, colocando-o exatamente no lugar certo, pois a massa macia não pode se mover depois. Coloque os pães a uma distância de 6 a 7 cm entre eles e feche a porta do forno. Deixe por 30-40 minutos, até que adquiram uma boa forma e dourem um pouco, em seguida, coloque cada pão na porta do forno, umedeça rapidamente a superfície com uma escova grande embebida em água (a água formará uma crosta brilhante), corte levemente ao meio com a faca e coloque rapidamente de volta no forno. Feche a porta do forno e deixe os pães continuarem a assar por 50-60 minutos, se forem cerca de 1 kg se forem maiores (3-4 kg), leve ao forno por até 1 1/2 horas, no total, durante hora em que o forno já não abre. A rega e o entalhe não são absolutamente necessários.

Quando preparado em pequenas quantidades, o pão pode ser assado em uma assadeira polvilhada com farinha, no forno da máquina de cozinhar. Pré-aqueça o forno no máximo 30 minutos, depois quando o pão for introduzido, reduza o fogo para médio e leve ao forno por 50-60 minutos. Os pães assados ​​são colocados em um prato, lado a lado (não para prensar), bem tapados com uma toalha de mesa e um pouco mais grosso por cima. Depois de resfriados, eles podem ser armazenados em local mais fresco dentro de um saco de pano, que é então colocado em um saco de náilon para que não seque. Se o pão for deixado frio, quando está quente, os vapores de repente se condensam dentro dele, umedecem-no e ficam pegajosos.


Receita simples e boa de pão caseiro e batata

Depois de descobrir o quão saboroso e fácil é fazer pão caseiro, você não vai querer mais comprar da cidade. Para hoje, preparamos para você a melhor receita de pão de batata caseiro, pronta em cerca de uma hora.

Ingredientes para pão de batata caseiro:

1 batata média, descascada e cortada em cubos
1 1/2 xícaras de água
14 gramas de fermento seco
1/2 xícara de água quente
1 xícara de leite morno
2 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente
2 colheres de açúcar
2 colheres de chá de sal
7 xícaras de farinha

5 passos para fazer pão caseiro com batatas:

1. Coloque a batata em uma panela com um copo e meio de água. Deixe ferver, reduza o fogo para baixo, tampe e cozinhe até que a batata esteja bem macia. Escorra a água, reservando meio copo de líquido. Passe as batatas e reserve.

2. Em uma tigela grande, dissolva o fermento em água morna. Adicione o leite, a manteiga, o açúcar, o sal, 4 xícaras de farinha, a batata e a água que não contém a batata. Mexa até a composição ficar homogênea. Adicione a farinha até formar uma massa dura.

3. Sove a massa sobre uma superfície polvilhada com farinha, até ficar elástica, por cerca de 6-8 minutos. Coloque numa tigela untada com um pouco de óleo e deixe crescer, bem quente, até dobrar de volume, por cerca de uma hora.

4. Depois que a massa crescer, forme dois pães sobre uma superfície polvilhada com farinha. Coloque em dois pães. Cubra e deixe crescer até dobrar de volume, por cerca de 30 minutos.

5. Pré-aqueça o forno a 190 graus Celsius. Polvilhe um pouco de farinha sobre os pães e leve ao forno por 35-40 minutos ou até dourar. Retire das bandejas e deixe esfriar.

Por experiência própria dizemos que este pão por nós assado vai muito bem com esta patê 100% caseira: Patê de fígado caseira

Não se esqueça de curtir a gente no Facebook para ficar por dentro de tudo que publicamos!


Pão caseiro com batata

O fermento é bom e fresco e congelado no freezer (em saco de náilon), onde pode ser armazenado por um longo tempo (8 a 10 meses e até mais). Se necessário, retire a quantidade necessária, que é mantida na cozinha por 2-3 horas para descongelar e aquecer, em seguida, teste sua capacidade de fermentação.

Esfregue o fermento com uma colher de chá de açúcar até que se liquefaça e deixe 20-30 minutos mais perto da fonte de calor se durante esse tempo inchar como uma espuma e aumentar seu volume, isso significa que pode ser usado para qualquer preparo, como fermento fresco. Use cerca de 25% a mais de fermento congelado, como precaução, para aumentar seu poder de fermentação.

As batatas bem lavadas são fervidas em água a ferver com um pouco de sal durante cerca de 30 minutos e, quando o garfo penetra facilmente, escoam a água. Descasque uma abóbora, rale e esprema o sumo, se forem poucos (se forem vários passe-os pelo picador), enquanto ainda estão quentes (caso contrário, ficam pegajosos).

Em uma tigela de 3 litros, esfregue o fermento com uma colher de chá de açúcar ralado até liquefeito. Diluir com 100 ml de água morna e adicionar as batatas, 100 g de farinha e a maionese do pão anterior (se houver). Bata bem com uma colher para misturar, polvilhe com farinha, cubra com um guardanapo e deixe crescer por cerca de 30 minutos, próximo à fonte de calor. Depois de crescer mais uma vez, acrescente o sal, cerca de 1/2 1 de água morna e o resto da farinha. Misture com uma colher, depois amasse à mão (com os punhos cerrados), cerca de 20 minutos, sempre trazendo (dobrando) a massa da borda para o meio, para incorporar o máximo de ar possível que se expandirá ao assar e, junto com a o dióxido de carbono resultante da fermentação (que se expande quando assado) aumenta a massa. Adicione mais água, conforme necessário (da quantidade restante), para que a massa não fique muito pegajosa (pode ser amassada facilmente) para que cresça melhor.

A massa não deve ser muito mole, mas deve manter sua forma, caso contrário, ela fluirá quando o pão for moldado. Depois de amassar por 5 minutos, pode-se avaliar se e quanto líquido é necessário, levando em consideração que ao fermentar a massa amolece um pouco, principalmente quando é preparada com batata. Se o pão for preparado a partir de uma quantidade maior de farinha, a amassadura demora mais, ou seja, até se formarem bolhas de ar (resultantes da amassadura) e a massa sair à mão.

A massa amassada é deixada coberta, em local mais quente, para crescer até dobrar de volume (cerca de 30 minutos) após o qual é amassada por mais 2-3 minutos, a fim de melhor estimular a atividade do fermento e é permitido crescer de novo. No total (se todas as condições forem boas), o pão coze por cerca de uma hora. Nem a maionese nem a massa amassada crescem mais do que o necessário.

Quando começar a amassar, faça o fogo no forno de tijolos, para queimar no mínimo 1 1/2 horas, no máximo, se a fonte de calor for gás metano e cerca de 2 horas, se o fogo for de lenha. Só neste forno é possível fazer autênticos pães caseiros, assados ​​diretamente na lareira, com um sabor específico. O forno é testado, se está bem aquecido, jogando uma colher de chá de milho no fogão (limpo das brasas, no caso da lenha) se acende instantaneamente, significa que está suficientemente aquecido. A porta do forno fecha, permitindo que todos os tijolos aqueçam por igual.

Durante esse tempo, a massa é jogada na mesa polvilhada com farinha e dividida em pedaços, conforme desejado. Cada peça é passada na farinha, tendo a forma redonda ou alongada, e depois colocada sobre um guardanapo, em uma cesta de junco, preparada especificamente para esse fim, ou em uma prancha especial, com barras na borda, como se fosse uma sarjeta, e coberta com um pano com farinha, deixando crescer por 20-30 minutos. Polvilhe a pá de pão com farinha (alise com a palma), coloque com cuidado um pão levedado sobre ela e leve ao forno, colocando exatamente no lugar certo, pois a massa macia não pode se mover depois. Coloque os pães a uma distância de 6 a 7 cm entre eles e feche a porta do forno. Deixe por 30-40 minutos, até que fiquem bem formados e dourem um pouco, em seguida, coloque cada pão na porta do forno, umedeça rapidamente a superfície com uma escova grande embebida em água (a água formará uma crosta brilhante), corte levemente ao meio com a faca e coloque rapidamente de volta no forno. Feche a porta do forno e deixe os pães continuarem a assar por 50-60 minutos, se forem cerca de 1 kg se forem maiores (3-4 kg), leve ao forno por até 1 1/2 horas, no total, durante hora em que o forno já não abre. A rega e o entalhe não são absolutamente necessários.

Quando preparado em pequenas quantidades, o pão pode ser assado em uma assadeira polvilhada com farinha, no forno da máquina de cozinhar. Pré-aqueça o forno no máximo 30 minutos, depois quando o pão for introduzido, reduza o fogo para médio e leve ao forno por 50-60 minutos. Os pães assados ​​são colocados em um prato, lado a lado (não para prensar), bem tapados com uma toalha de mesa e um pouco mais grosso por cima. Depois de resfriados, eles podem ser armazenados em local mais fresco dentro de um saco de pano, que é então colocado em um saco de náilon para que não seque. Se o pão for deixado frio, quando está quente, os vapores condensam-se repentinamente dentro dele, umedecem-no e ficam pegajosos.


  • 1 kg. farinha,
  • 40 gramas de fermento seco,
  • 50 gramas de manteiga,
  • 3 colheres de chá de sal,
  • uma colher de chá de açúcar refinado,
  • 200 gramas de batatas,
  • 3 cebolas médias,
  • 200 ml de água morna (reserva),
  • 30 ml de óleo quente,
  • 400 ml de leite morno,
  • 1 xícara de azeitonas picadas,
  • 1 ou,
  • sementes de girassol,
  • Mac
  • sal grosso

Veja como fazer este pão caseiro com cebola e batata. Ferva 3 batatas com a casca, lave bem. Descasque a cebola, lave e pique os quadrados. Colocamos para endurecer na frigideira. No final, seja dourado. Em fogo baixo, aqueça o leite em uma chaleira. Após aquecer o leite, coloque em um copo e coloque água no fogo. Colocamos em outra xícara e finalmente aquecemos o óleo. Prepare o fermento: despeje os sachês de fermento em uma xícara, coloque uma colher de chá de sal, uma colher de chá de açúcar e algumas gotas de leite. Mexa para fazer um creme. Nós adicionamos leite repetidamente, misturando com uma colher de chá até que tenhamos meio copo cheio. Peneire a farinha em uma tigela. Pegamos uma xícara de fermento com leite no meio e começamos a misturar com dois dedos, delineando o líquido de forma a atrair a farinha nas proximidades, escreve mujdei.ro.

Fazemos isso até obter uma consistência de creme. Essa é a Maya. Cubra com uma toalha limpa e coloque a panela ao lado do fogão longe da eletricidade. Deixe a maionese crescer por cerca de 30 minutos. Quando a cebola estiver dourada, retire com uma espátula do óleo quente num prato. Descascamos as batatas e num prato os transformamos em purê junto com a manteiga e um pouco de leite. Nós seguramos o prato e começamos a fazer a massa do pão. Pegamos a tigela com maionese e farinha, colocamos cebolas e azeitonas sobre a maionese e integramos, puxando um pouco de farinha das paredes da tigela. Homogeneizar e adicionar o purê de batata e o óleo morno. O mais importante a lembrar nesta receita de pão caseiro com cebola e batata é misturar, mexer e amassar até integrar toda a farinha na tigela.

A massa do pão deve ser capaz de formar uma bola macia facilmente, sem rachaduras e sem grudar na mão. Sove o tarugo sobre a mesa polvilhada com farinha, para homogeneização, cerca de 3-5 minutos. Coloque a bola de volta na tigela, cubra novamente com a toalha e coloque ao lado do fogão até dobrar de volume. Forme o pão, coloque em tabuleiros, corte as suas cruzes ou teca-os, unte com ovo batido, polvilhe o caroço e o caroço da papoila e leve ao forno. A cozedura demora entre 50 e 70 minutos, dependendo da temperatura do forno. Mas certifique-se de aquecê-lo antes de colocar o pão, caso contrário ele pode dar retorno. No final, este pão caseiro com cebola e batata é untado com ovo e a partir desse momento levado ao forno apenas 5 minutos.


Pão caseiro, um pão mágico!

Sim, pão caseiro! Eu digo que é um pão mágico. Provei-o feito de tantas maneiras, em tantos fornos, em quantas casas cantei, que era volta, ou em forma de bolo, Soldado ou simplesmente, o que quer que fosse quente, ou feito por um dia, cada vez com um sabor diferente. Embora a receita seja simples, água, farinha, sal e fermento, toda dona de casa tem um ingrediente secreto: bastante amar!

Hoje os sabores evoluíram, as preferências mudaram, as receitas tradicionais mudaram, daí a receita do pão caseiro. Para torná-lo mais dietético, farinha branca foi total ou parcialmente substituída por outros tipos de farinha (de centeio, farelo, preto) foi adicionado sementes de linho, gergelim ou abóbora, batatas, malai, naut, mas não importa o que contenha e se você cozinhar em sua própria cozinha, ele se chamará pão caseiro.

Nós apenas nos demoramos com as explicações, aqui estão algumas segredo divulgado por pequenos chefs:

  • Temperatura da água - A água é muito importante para ser derramada, não quente! 40 ° C seria a temperatura ideal. Recomendamos que você teste a temperatura da água com o dedo!
  • Temperatura ambiente - Assim como a temperatura da água, a temperatura ambiente desempenha um papel importante no aumento da massa. Todos nós sabemos que, para cultivar bolo ou pão, o cômodo em que a massa é cultivada deve ser como um dia quente de verão.
  • O tipo de farinha - Se você optar por usar tipos de farinha como 450, 550 ou 650 (farinhas usadas em receitas de pastelaria), saiba que o resultado terá um miolo macio e arejado, em suma um pão fofo. Já a farinha tipo 1500-1750, farinha integral, semi-integral, leva à obtenção de pães com miolo compacto e saudável.
  • Recipientes para assar - Independentemente do tipo de prato utilizado, deverá utilizar uma tampa (vidro yena ou resistente ao calor) para que o pão coza num ambiente quente e húmido. Para um visual rústico, para uma massa crocante, aconselhamos aquecer os pratos antes de assar a massa. O resultado será exatamente como um pão assado na lareira!
  • Temperatura de cozimento - É muito importante respeitar a temperatura de cozedura, mas o mais importante é conhecer o seu forno. Cada forno tem seus caprichos, e se você tiver um forno com termostato, cuidado, pois a temperatura anunciada difere de um forno para o outro. Uma dica: se o pão cresceu e começou a dourar, leve a grelha até o forno onde está o pão, um nível acima, e coloque uma tigela com água no fundo do forno. Com este método, você criará umidade no forno e supervisionará o processo de cozimento.
  • Tempo de respiração - Refere-se ao tempo reservado para o pão ficar fora do forno. Depois de assar, deixe o pão se ajustar levemente à temperatura por alguns minutos, antes de trazê-lo repentinamente à temperatura ambiente para retirá-lo da assadeira.

Não se esqueça de seguir os passos da receita e adicionar o ingrediente secreto, e o sucesso valerá o esforço. Boa sorte com isso!