Novas receitas

O escândalo do ovo tóxico da Europa se expande para waffles congelados

O escândalo do ovo tóxico da Europa se expande para waffles congelados


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Milhões de ovos foram recolhidos, mas outros produtos foram afetados

O escândalo dos ovos tóxicos na Europa envolve milhões de ovos e 17 países diferentes, e agora se expandiu para waffles congelados também.

Milhões de ovos foram recolhidos em toda a Europa depois que se descobriu que estavam contaminados com um inseticida tóxico. Agora, o escândalo do ovo tóxico se expandiu para incluir waffles congelados.

O escândalo do ovo contaminado foi divulgado pela primeira vez em 20 de julho, quando ovos da Bélgica e da Holanda testaram positivo para fipronil. Isso é exatamente o que aconteceu.

De acordo com a ABC News, ovos contaminados com fipronil foram encontrados em produtores de ovos na Bélgica, França, Alemanha e Holanda. Eles foram exportados para 17 países diferentes. Milhões de ovos foram recolhidos e destruídos.

O local relata que o Ministério da Agricultura da França anunciou nesta semana que 17 tipos de waffles congelados vendidos em lojas incluindo Monoprix, Carrefour e outros grandes supermercados também foram afetados.

Os waffles continham fipronil acima do limite legal, mas os especialistas dizem que não é provável que contenham o suficiente para serem prejudiciais se ingeridos.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos a massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart teve um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido sob pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, na foto acima), ou use-os como base de alimentos mais saudáveis ​​para o conforto, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar "bifes" como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer "arroz" pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de Pizza no Corredor Externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar as calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Sabores globais da Food Network Kitchen: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DA AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos que adoravam frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

* Este artigo foi escrito e / ou revisado por um nutricionista nutricionista independente registrado.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos à massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart teve um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido sob pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente disso

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, foto acima), ou use-os como base para alimentos mais saudáveis, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar "bifes" como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer "arroz" pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de Pizza no Corredor Externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar as calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DE AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos que adoravam frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

* Este artigo foi escrito e / ou revisado por um nutricionista nutricionista independente registrado.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos à massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart viu um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido à pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente disso

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, na foto acima), ou use-os como base de alimentos mais saudáveis ​​para o conforto, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar "bifes" como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer "arroz" pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de pizza no corredor externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar as calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DE AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos amantes de frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

* Este artigo foi escrito e / ou revisado por um nutricionista nutricionista independente registrado.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos a massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart viu um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido à pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, na foto acima), ou use-os como base de alimentos mais saudáveis ​​para o conforto, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar “bifes” como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer “arroz” pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de Pizza no Corredor Externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar as calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Sabores globais da Food Network Kitchen: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DA AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos que adoravam frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

* Este artigo foi escrito e / ou revisado por um nutricionista nutricionista independente registrado.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos a massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart teve um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido sob pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de se admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, na foto acima), ou use-os como base de alimentos mais saudáveis ​​para o conforto, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar "bifes" como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer "arroz" pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de Pizza no Corredor Externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar as calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DE AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos amantes de frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

* Este artigo foi escrito e / ou revisado por um nutricionista nutricionista independente registrado.


Eu comi couve-flor todos os dias durante uma semana e aqui está o que aconteceu

Foto por: Stephen Johnson & copy2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Afaste-se, couve. Couve-flor é o novo vegetariano que está absorvendo os holofotes do supermercado. De biscoitos a massa de pizza, a tendência da couve-flor (com uma hashtag anunciando mais de 1,1 milhão de postagens no Instagram ...) foi pioneira em uma demanda baseada em plantas em vários corredores de supermercados. Na verdade, a Instacart teve um aumento de 316 por cento nos produtos de couve-flor vendidos de 2017 a 2018, e a Uber Eats teve um crescimento de mais de 39 por cento nos pedidos contendo couve-flor apenas nos últimos seis meses, de acordo com representantes das marcas.

Então, qual é o problema? Subbing no primo mais popular do brócolis é tudo o que parece ser? Para descobrir, fiz o que qualquer um faria - comi couve-flor todos os dias durante uma semana. Riced, purê, assado, cozido à pressão, comprado - eu tentei de tudo. Aqui está o que encontrei.

É denso em nutrientes - e preenchimento!

A couve-flor pode ter o poder de combate ao câncer e tem um peso nutricional notável com 1 xícara de couve-flor fresca sendo uma excelente fonte de vitaminas C e K e uma boa fonte de fibra, ácido fólico e vitamina B6. Não é de se admirar que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) o tenham colocado em uma lista de "frutas e vegetais poderosos".

Camarão e couve-flor em grãos da Food Network Kitchen

Eu não fiquei doente

Por causa de seu sabor suave, a couve-flor é um complemento versátil para praticamente qualquer refeição - especialmente para quem gosta de alimentos sem glúten ou que não gostam de carboidratos. Lanche simplesmente em florzinhas torradas em seu tempero favorito ou molho saudável (Anexo A: Couve-flor de Buffalo, foto acima), ou use-os como base para alimentos mais saudáveis, como camarão e couve-flor “grãos”. Eu orgulhosamente iluminei minha receita de homus favorita, substituindo metade do grão de bico por arroz de couve-flor e até misturei (e surpreendentemente adorei!) Em meu smoothie matinal, & agrave la Barbara Lincoln, RD. “Couve-flor congelada em um smoothie é uma ótima maneira de engrossar e adicionar nutrientes”, diz Lincoln. Ainda está na minha lista de coisas a fazer: Brownies de couve-flor. (Sim, eles são uma coisa!)

Parece que você não pode errar quando se trata de preparação de couve-flor. No final da semana, comecei a cortar "bifes" como um tempero farto para salada e descobri que refogar e comer "arroz" pré-embalado era uma maneira de economizar tempo de reforçar uma refeição sem acumular macros. Posso relatar que tive sucesso em fazer minha própria crosta de pizza de couve-flor, e as versões pré-fabricadas de Outer Aisle e Cali’Flour são tão boas quanto convenientes. Ah, e como todo mundo no seu feed de grama, também sou um grande fã do nhoque de couve-flor do Trader Joe! Mal posso esperar para experimentar outras variedades de massas, pois elas continuam a se tornar disponíveis.

Macarrão califlour

Crosta de Pizza no Corredor Externo

Italian'Lite Stack Pack

É adequado para a cintura (mais ou menos ...)

Trocar por couve-flor pode parecer uma arma secreta para perder peso, mas fazer isso não é necessariamente uma garantia. “Não se deixe enganar pelo halo de saúde”, avisa Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, fundadora da Pretty Nutritious. “Só porque [um produto] não tem glúten e é feito com couve-flor, você não pode presumir que é saudável. Infelizmente, muitos acabam sendo um produto refinado de baixo teor de carboidratos e baixas calorias com poderes diluídos de superalimento de couve-flor. ” Regra prática: esteja atento à leitura do rótulo, pois você descobrirá que muitos produtos contêm farinha de mandioca, fécula de batata, óleos e queijo - todos os quais podem fazer sentido! Ao preparar seu próprio prato de couve-flor, preste atenção aos ingredientes e coberturas adicionais. “Você pode economizar calorias e carboidratos de uma crosta de pizza normal usando uma crosta de couve-flor, mas se você carregá-la com carne e queijo, você negou sua troca saudável”, explica Lincoln.

Pode causar problemas de barriga

Embora a tolerância de todos seja diferente, muita couve-flor pode criar G.I. angústia, como excesso de gás e inchaço. “Certifique-se de beber água suficiente para movê-la pelo sistema”, sugere Lincoln. Cozinhá-lo também pode reduzir os problemas de digestão.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Sabores globais da Food Network Kitchen: IIndian, Couve-flor Tikka Masala para LIÇÕES DA AVÓ / MICROONDAS VEGETARIANOS / SOPA DE FRANGO, como visto na Food Network

Foto por: Renee Comet & copy © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Trocar a couve-flor por carne (especialmente se você optar pelo congelamento!) Vai esticar tanto o seu orçamento alimentar. Couve-flor Tikka Masala, por exemplo, foi um sucesso entre meu grupo de amigos amantes de frango, por uma fração do custo de uma entrega para viagem. Outra dica para economizar massa: compre a couve-flor inteira e o arroz você mesmo.

*This article was written and/or reviewed by an independent registered dietitian nutritionist.


I Ate Cauliflower Every Day for a Week and Here's What Happened

Photo by: Stephen Johnson ©2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Step aside, kale. Cauliflower is the new “it” veggie soaking up the supermarket spotlight. From crackers to pizza crust, cauliflower’s trendiness (with a hashtag touting over 1.1 million Instagram posts…) has pioneered a plant-based demand across multiple grocery aisles. In fact, Instacart saw a 316 percent increase in cauliflower products sold from 2017 to 2018, and Uber Eats has seen more than 39 percent growth in orders containing cauliflower in just the past six months, according to representatives for the brands.

So what’s the deal? Is subbing in broccoli’s more popular cousin all that it’s cracked up to be? To find out, I did what anyone would do — I ate cauliflower everyday for a week. Riced, mashed, roasted, pressure-cooked, store-bought — I tried it all. Here’s what I found.

It’s Nutrient-Dense — and Filling!

Cauliflower may have cancer-fighting power and packs a noteworthy nutrition punch with 1 cup of fresh cauliflower being an excellent source of vitamins C and K and a good source of fiber, folate, and vitamin B6. It’s no wonder the Centers for Disease Control and Prevention (CDC) placed it on a list of “powerhouse fruits and vegetables.”

Food Network Kitchen’s Shrimp and Cauliflower Grits

I Didn’t Get Sick Of It

Because of its mild flavor, cauliflower is a versatile addition to virtually any meal — especially for gluten-free or carb-adverse eaters. Snack simply on roasted florets tossed in your favorite seasoning or healthy sauce (Exhibit A: Buffalo Cauliflower, pictured above), or use them as the base of healthier comfort food wins like Shrimp and Cauliflower “Grits”. I proudly lightened up my favorite hummus recipe by replacing half of the chickpeas for cauliflower rice and even blended (and surprisingly loved!) it into my morning smoothie, à la Barbara Lincoln, RD. “Frozen cauliflower in a smoothie is a great way to thicken it and add nutrients,” says Lincoln. Still left on my to-make-list: Cauliflower Brownies. (Yes, they’re a thing!)

It seems like you can’t go wrong when it comes to cauliflower prep. By the end of the week, I became partial to slicing up “steaks” as a hearty salad topper and found sautéing pre-packaged “rice” to be a time-saving way to beef up a meal without racking up macros. I can report that I successfully took a crack at making my own cauliflower pizza crust, and pre-made versions from Outer Aisle and Cali’Flour are as good as they are convenient. Oh, and like everyone else on your ‘gram feed, I’m also a huge fan of Trader Joe’s Cauliflower Gnocchi! I cannot wait to try other pasta varieties as they continue to become readily available.

Califlour Pasta

Outer Aisle Pizza Crust

Italian'Lite Stack Pack

It’s Waist-Friendly (Sort Of…)

Swapping in cauliflower may seem like a weight loss secret weapon, but doing it isn't necessarily a guarantee. “Don’t let the health halo fool you,” warns Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, founder of Pretty Nutritious. “Just because [a product] is gluten-free and made with cauliflower, you can’t assume it’s healthy. Unfortunately many end up being a refined low-carb, lower calorie product with diluted cauliflower superfood powers.” Rule of thumb: Be vigilant with your label reading, as you will find that many products contain cassava flour, potato starch, oils and cheese — all of which can add up! When whipping your own cauliflower dish, be mindful of additional ingredients and toppings. “You can save the calories and carbs from a regular pizza crust by using a cauliflower crust, but if you load it with meat and cheese you’ve negated your healthy swap,” explains Lincoln.

It Can Cause Tummy Troubles

While everyone’s tolerance is different, too much cauliflower can create G.I. distress, like excess gas and bloating. “Make sure to drink enough water to move it through your system,” suggests Lincoln. Cooking it can also dial back digestion woes.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Cauliflower Tikka Masala for LESSONS FROM GRANDMA/MICROWAVE VEGGIES/CHICKEN SOUP, as seen on Food Network

Photo by: Renee Comet ©© 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Swapping cauliflower in for meat (especially if you go the frozen route!) will stretch both your food budget. Cauliflower Tikka Masala, for example, was a hit among my chicken-loving group of friends, for a fraction of the cost of take-out. Another dough-saving tip: Buy the whole head of cauliflower and rice it yourself.

*This article was written and/or reviewed by an independent registered dietitian nutritionist.


I Ate Cauliflower Every Day for a Week and Here's What Happened

Photo by: Stephen Johnson ©2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Step aside, kale. Cauliflower is the new “it” veggie soaking up the supermarket spotlight. From crackers to pizza crust, cauliflower’s trendiness (with a hashtag touting over 1.1 million Instagram posts…) has pioneered a plant-based demand across multiple grocery aisles. In fact, Instacart saw a 316 percent increase in cauliflower products sold from 2017 to 2018, and Uber Eats has seen more than 39 percent growth in orders containing cauliflower in just the past six months, according to representatives for the brands.

So what’s the deal? Is subbing in broccoli’s more popular cousin all that it’s cracked up to be? To find out, I did what anyone would do — I ate cauliflower everyday for a week. Riced, mashed, roasted, pressure-cooked, store-bought — I tried it all. Here’s what I found.

It’s Nutrient-Dense — and Filling!

Cauliflower may have cancer-fighting power and packs a noteworthy nutrition punch with 1 cup of fresh cauliflower being an excellent source of vitamins C and K and a good source of fiber, folate, and vitamin B6. It’s no wonder the Centers for Disease Control and Prevention (CDC) placed it on a list of “powerhouse fruits and vegetables.”

Food Network Kitchen’s Shrimp and Cauliflower Grits

I Didn’t Get Sick Of It

Because of its mild flavor, cauliflower is a versatile addition to virtually any meal — especially for gluten-free or carb-adverse eaters. Snack simply on roasted florets tossed in your favorite seasoning or healthy sauce (Exhibit A: Buffalo Cauliflower, pictured above), or use them as the base of healthier comfort food wins like Shrimp and Cauliflower “Grits”. I proudly lightened up my favorite hummus recipe by replacing half of the chickpeas for cauliflower rice and even blended (and surprisingly loved!) it into my morning smoothie, à la Barbara Lincoln, RD. “Frozen cauliflower in a smoothie is a great way to thicken it and add nutrients,” says Lincoln. Still left on my to-make-list: Cauliflower Brownies. (Yes, they’re a thing!)

It seems like you can’t go wrong when it comes to cauliflower prep. By the end of the week, I became partial to slicing up “steaks” as a hearty salad topper and found sautéing pre-packaged “rice” to be a time-saving way to beef up a meal without racking up macros. I can report that I successfully took a crack at making my own cauliflower pizza crust, and pre-made versions from Outer Aisle and Cali’Flour are as good as they are convenient. Oh, and like everyone else on your ‘gram feed, I’m also a huge fan of Trader Joe’s Cauliflower Gnocchi! I cannot wait to try other pasta varieties as they continue to become readily available.

Califlour Pasta

Outer Aisle Pizza Crust

Italian'Lite Stack Pack

It’s Waist-Friendly (Sort Of…)

Swapping in cauliflower may seem like a weight loss secret weapon, but doing it isn't necessarily a guarantee. “Don’t let the health halo fool you,” warns Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, founder of Pretty Nutritious. “Just because [a product] is gluten-free and made with cauliflower, you can’t assume it’s healthy. Unfortunately many end up being a refined low-carb, lower calorie product with diluted cauliflower superfood powers.” Rule of thumb: Be vigilant with your label reading, as you will find that many products contain cassava flour, potato starch, oils and cheese — all of which can add up! When whipping your own cauliflower dish, be mindful of additional ingredients and toppings. “You can save the calories and carbs from a regular pizza crust by using a cauliflower crust, but if you load it with meat and cheese you’ve negated your healthy swap,” explains Lincoln.

It Can Cause Tummy Troubles

While everyone’s tolerance is different, too much cauliflower can create G.I. distress, like excess gas and bloating. “Make sure to drink enough water to move it through your system,” suggests Lincoln. Cooking it can also dial back digestion woes.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Cauliflower Tikka Masala for LESSONS FROM GRANDMA/MICROWAVE VEGGIES/CHICKEN SOUP, as seen on Food Network

Photo by: Renee Comet ©© 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Swapping cauliflower in for meat (especially if you go the frozen route!) will stretch both your food budget. Cauliflower Tikka Masala, for example, was a hit among my chicken-loving group of friends, for a fraction of the cost of take-out. Another dough-saving tip: Buy the whole head of cauliflower and rice it yourself.

*This article was written and/or reviewed by an independent registered dietitian nutritionist.


I Ate Cauliflower Every Day for a Week and Here's What Happened

Photo by: Stephen Johnson ©2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Step aside, kale. Cauliflower is the new “it” veggie soaking up the supermarket spotlight. From crackers to pizza crust, cauliflower’s trendiness (with a hashtag touting over 1.1 million Instagram posts…) has pioneered a plant-based demand across multiple grocery aisles. In fact, Instacart saw a 316 percent increase in cauliflower products sold from 2017 to 2018, and Uber Eats has seen more than 39 percent growth in orders containing cauliflower in just the past six months, according to representatives for the brands.

So what’s the deal? Is subbing in broccoli’s more popular cousin all that it’s cracked up to be? To find out, I did what anyone would do — I ate cauliflower everyday for a week. Riced, mashed, roasted, pressure-cooked, store-bought — I tried it all. Here’s what I found.

It’s Nutrient-Dense — and Filling!

Cauliflower may have cancer-fighting power and packs a noteworthy nutrition punch with 1 cup of fresh cauliflower being an excellent source of vitamins C and K and a good source of fiber, folate, and vitamin B6. It’s no wonder the Centers for Disease Control and Prevention (CDC) placed it on a list of “powerhouse fruits and vegetables.”

Food Network Kitchen’s Shrimp and Cauliflower Grits

I Didn’t Get Sick Of It

Because of its mild flavor, cauliflower is a versatile addition to virtually any meal — especially for gluten-free or carb-adverse eaters. Snack simply on roasted florets tossed in your favorite seasoning or healthy sauce (Exhibit A: Buffalo Cauliflower, pictured above), or use them as the base of healthier comfort food wins like Shrimp and Cauliflower “Grits”. I proudly lightened up my favorite hummus recipe by replacing half of the chickpeas for cauliflower rice and even blended (and surprisingly loved!) it into my morning smoothie, à la Barbara Lincoln, RD. “Frozen cauliflower in a smoothie is a great way to thicken it and add nutrients,” says Lincoln. Still left on my to-make-list: Cauliflower Brownies. (Yes, they’re a thing!)

It seems like you can’t go wrong when it comes to cauliflower prep. By the end of the week, I became partial to slicing up “steaks” as a hearty salad topper and found sautéing pre-packaged “rice” to be a time-saving way to beef up a meal without racking up macros. I can report that I successfully took a crack at making my own cauliflower pizza crust, and pre-made versions from Outer Aisle and Cali’Flour are as good as they are convenient. Oh, and like everyone else on your ‘gram feed, I’m also a huge fan of Trader Joe’s Cauliflower Gnocchi! I cannot wait to try other pasta varieties as they continue to become readily available.

Califlour Pasta

Outer Aisle Pizza Crust

Italian'Lite Stack Pack

It’s Waist-Friendly (Sort Of…)

Swapping in cauliflower may seem like a weight loss secret weapon, but doing it isn't necessarily a guarantee. “Don’t let the health halo fool you,” warns Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, founder of Pretty Nutritious. “Just because [a product] is gluten-free and made with cauliflower, you can’t assume it’s healthy. Unfortunately many end up being a refined low-carb, lower calorie product with diluted cauliflower superfood powers.” Rule of thumb: Be vigilant with your label reading, as you will find that many products contain cassava flour, potato starch, oils and cheese — all of which can add up! When whipping your own cauliflower dish, be mindful of additional ingredients and toppings. “You can save the calories and carbs from a regular pizza crust by using a cauliflower crust, but if you load it with meat and cheese you’ve negated your healthy swap,” explains Lincoln.

It Can Cause Tummy Troubles

While everyone’s tolerance is different, too much cauliflower can create G.I. distress, like excess gas and bloating. “Make sure to drink enough water to move it through your system,” suggests Lincoln. Cooking it can also dial back digestion woes.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Cauliflower Tikka Masala for LESSONS FROM GRANDMA/MICROWAVE VEGGIES/CHICKEN SOUP, as seen on Food Network

Photo by: Renee Comet ©© 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Swapping cauliflower in for meat (especially if you go the frozen route!) will stretch both your food budget. Cauliflower Tikka Masala, for example, was a hit among my chicken-loving group of friends, for a fraction of the cost of take-out. Another dough-saving tip: Buy the whole head of cauliflower and rice it yourself.

*This article was written and/or reviewed by an independent registered dietitian nutritionist.


I Ate Cauliflower Every Day for a Week and Here's What Happened

Photo by: Stephen Johnson ©2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Stephen Johnson, 2014, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados.

Relacionado a:

Step aside, kale. Cauliflower is the new “it” veggie soaking up the supermarket spotlight. From crackers to pizza crust, cauliflower’s trendiness (with a hashtag touting over 1.1 million Instagram posts…) has pioneered a plant-based demand across multiple grocery aisles. In fact, Instacart saw a 316 percent increase in cauliflower products sold from 2017 to 2018, and Uber Eats has seen more than 39 percent growth in orders containing cauliflower in just the past six months, according to representatives for the brands.

So what’s the deal? Is subbing in broccoli’s more popular cousin all that it’s cracked up to be? To find out, I did what anyone would do — I ate cauliflower everyday for a week. Riced, mashed, roasted, pressure-cooked, store-bought — I tried it all. Here’s what I found.

It’s Nutrient-Dense — and Filling!

Cauliflower may have cancer-fighting power and packs a noteworthy nutrition punch with 1 cup of fresh cauliflower being an excellent source of vitamins C and K and a good source of fiber, folate, and vitamin B6. It’s no wonder the Centers for Disease Control and Prevention (CDC) placed it on a list of “powerhouse fruits and vegetables.”

Food Network Kitchen’s Shrimp and Cauliflower Grits

I Didn’t Get Sick Of It

Because of its mild flavor, cauliflower is a versatile addition to virtually any meal — especially for gluten-free or carb-adverse eaters. Snack simply on roasted florets tossed in your favorite seasoning or healthy sauce (Exhibit A: Buffalo Cauliflower, pictured above), or use them as the base of healthier comfort food wins like Shrimp and Cauliflower “Grits”. I proudly lightened up my favorite hummus recipe by replacing half of the chickpeas for cauliflower rice and even blended (and surprisingly loved!) it into my morning smoothie, à la Barbara Lincoln, RD. “Frozen cauliflower in a smoothie is a great way to thicken it and add nutrients,” says Lincoln. Still left on my to-make-list: Cauliflower Brownies. (Yes, they’re a thing!)

It seems like you can’t go wrong when it comes to cauliflower prep. By the end of the week, I became partial to slicing up “steaks” as a hearty salad topper and found sautéing pre-packaged “rice” to be a time-saving way to beef up a meal without racking up macros. I can report that I successfully took a crack at making my own cauliflower pizza crust, and pre-made versions from Outer Aisle and Cali’Flour are as good as they are convenient. Oh, and like everyone else on your ‘gram feed, I’m also a huge fan of Trader Joe’s Cauliflower Gnocchi! I cannot wait to try other pasta varieties as they continue to become readily available.

Califlour Pasta

Outer Aisle Pizza Crust

Italian'Lite Stack Pack

It’s Waist-Friendly (Sort Of…)

Swapping in cauliflower may seem like a weight loss secret weapon, but doing it isn't necessarily a guarantee. “Don’t let the health halo fool you,” warns Mariana Dineen MS, RD, CDN, LD, founder of Pretty Nutritious. “Just because [a product] is gluten-free and made with cauliflower, you can’t assume it’s healthy. Unfortunately many end up being a refined low-carb, lower calorie product with diluted cauliflower superfood powers.” Rule of thumb: Be vigilant with your label reading, as you will find that many products contain cassava flour, potato starch, oils and cheese — all of which can add up! When whipping your own cauliflower dish, be mindful of additional ingredients and toppings. “You can save the calories and carbs from a regular pizza crust by using a cauliflower crust, but if you load it with meat and cheese you’ve negated your healthy swap,” explains Lincoln.

It Can Cause Tummy Troubles

While everyone’s tolerance is different, too much cauliflower can create G.I. distress, like excess gas and bloating. “Make sure to drink enough water to move it through your system,” suggests Lincoln. Cooking it can also dial back digestion woes.

FNK_CauliflowerTikkaMasala_H

Food Network Kitchen's Global Flavors: IIndian, Cauliflower Tikka Masala for LESSONS FROM GRANDMA/MICROWAVE VEGGIES/CHICKEN SOUP, as seen on Food Network

Photo by: Renee Comet ©© 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Renee Comet, © 2016, Television Food Network, G.P. Todos os direitos reservados

Swapping cauliflower in for meat (especially if you go the frozen route!) will stretch both your food budget. Cauliflower Tikka Masala, for example, was a hit among my chicken-loving group of friends, for a fraction of the cost of take-out. Another dough-saving tip: Buy the whole head of cauliflower and rice it yourself.

*This article was written and/or reviewed by an independent registered dietitian nutritionist.


Assista o vídeo: WAFFLES. COZINHA FOOD NETWORK (Fevereiro 2023).